Por pbagora.com.br

Mais de um terço dos deputados estaduais eleitos resolveu se unir em uma coligação proporcional para disputar a reeleição no Estado, no pleito de outubro. São os parlamentares dos dois partidos que possuem a maior bancada, atualmente, na Assembleia Legislativa – PSB e Podemos. Dos 36 deputados, 13 vão se unir para a disputa. Serão sete socialistas com mais seis filiados ao Podemos.

 

A oficialização, de acordo com o deputado Lindolfo Pires, só será feita em agosto, no período das convenções. Isso porque outras legendas devem participar da aliança. A quantidade de parlamentares é grande e não garante que todos possam ser reeleitos.

 

Mesmo assim, Lindolfo Pires acredita que será uma aliança de sucesso, em que a maioria deve ser beneficiada novamente com o mandato. Segundo o parlamentar, a coligação das duas siglas tem a pretensão de ocupar quase metade das cadeiras na Casa Legislativa. “Nossa aliança não está pesada de maneira nenhuma. É a maior coligação, que vai eleger metade dos deputados da Assembleia e tende a ser vitoriosa. Ao todo podemos ter 54 candidatos, uma vez e meia o número de deputados. Agora, quanto nós teremos só vamos confirmar em agosto”, disse Lindolfo.

 

Redação

Notícias relacionadas

Ruy cumpre agenda com prefeitos da PB e garante emendas para saúde, educação e infraestrutura

O deputado federal Ruy Carneiro cumpriu uma agenda intensa de visitas para efetivar compromissos com prefeitos de várias cidades paraibanas. Em dois dias visitou quatro cidades: Pilõezinhos, Cuitegi, Logradouro e…

Opinião: Cícero embarca só na reeleição de João ou leva os Ribeiros e o partido?

O prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena (Progressistas), já teria manifestado incondicional apoio à reeleição do governador João Azevedo (Cidadania). Pelo menos foi o que revelou, com absoluta exclusividade, o…