A Paraíba o tempo todo  |

Projeto proíbe cobrança conjunta onde não há rede coletora

 Está em análise na Câmara dos Deputados, o Projeto de Lei 5839/13, do
deputado Major Fábio (Pros-PB), que proíbe a tarifação conjunta dos
serviços públicos de abastecimento de água e esgoto em localidades sem
acesso a rede coletora.

 

Atualmente a Lei de Saneamento Básico (11.445/07) determina que os serviços
públicos de abastecimento de água e esgotamento sanitário sejam cobrados,
preferencialmente, na forma de tarifas e outros preços públicos, que
poderão ser estabelecidos para cada um dos serviços ou para ambos
conjuntamente.

 

Para Major Fábio, a cobrança, aplicada em diversos municípios brasileiros,
garante ganho indevido às empresas que são remuneradas por um serviço que
efetivamente não prestaram. "Ademais, a possibilidade de auferir receita
mesmo de usuários não servidos por rede coletora de esgotos desestimula
investimentos para a implantação, ampliação e melhoria da mesma", avalia.

 

A proposta também garante ao usuário o direito de receber em dobro o valor
pago indevidamente.

 

 

*Tramitação*

 

A proposta, que tramita em caráter conclusivo, será analisada pelas
comissões de Trabalho, de Administração e Serviço Público; de Defesa do
Consumidor; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

 

 

*Agência Câmara*

    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe