A procura por enfeites de Natal e a iluminação característica dessa época ainda está fraca. Comerciantes acreditam que as vendas serão intensificadas a partir da segunda quinzena de novembro. Os preços deverão ser o mesmo que ano passado, com expectativa de margem de lucro de 30 a 40%. As famosas luzes de Natal, conhecidas por pisca-pisca, dão uma sensação de aconchego ao ambiente familiar e já podem ser encontradas no centro da cidade de João Pessoa.

 

O pisca-pisca de 100 lâmpada pode ser encontrado de R$ 15 a R$ 20, e de 200 lâmpadas a R$ 30. O pisca-pisca cascata é o que deve mais variar de preço porque depende da qualidade do produto e quantidade de unidades. Se o pisca-pisca tiver 200 unidades pode ser encontrado a R$ 50, se tiver 300 unidades a R$ 70 e 400 unidades a R$ 90.

 

As novidades deste ano são uma lâmpada em forma de globo, pisca-pisca em forma de árvores, estrela e bola de natal, além de um projetor (iluminação de palco a laser). A fita de led não é novidade, mas geralmente são utilizadas em estabelecimentos comerciais e servem para qualquer época do ano. A iluminação de palco a laser custa R$ 80 e o globo R$ 70.

 

A comerciante Lúcia Dias está há 19 anos vendendo iluminação e outros produtos eletrônicos e sugere ao consumidor pesquisar os preços antes de comprar, mas também ficar atento à qualidade do produto. “Às vezes um produto barato demais não dura nem seis meses. E como essas luzes envolvem eletricidade, é importante ficar atento ao custo benefício. E se você tiver crianças coloque as luzes em um local alto que não represente perigo para elas, porque as luzes chamam a atenção”, enfatizou.

 

Redação

 


Saiba mais sobre Certificação Digital no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas Certificação Digital. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Eduardo Carneiro defende PL que torna carne de sol de Picuí patrimônio imaterial

O deputado estadual Eduardo Carneiro (PRTB) vai recorrer da decisão da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ) da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) que considerou o projeto de Lei…

Dra. Paula não consegue licença médica de 121 dias e Jane Panta não assume

A junta médica da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), frustrou os planos da suplente Jane Panta (Progressistas) de assumir a cadeira da deputada titular Dra. Paula (Progressistas) que havia solicitado…