Por pbagora.com.br

Infidelidade: processo de cassação do deputado Marcondes Gadelha é enviado à PGE, mas ainda continua sem previsão de ir a julgamento

Protocolado desde novembro do ano passado, o processo contra o deputado federal Marcondes Gadelha (PSC), por infidelidade partidária, foi enviado para apreciação da Procuradoria Geral Eleitoral no início desta semana, mas ainda continua sem previsão de ir a julgamento em plenário. Segundo o Tribunal Superior Eleitoral, a ação não deve entrar na pauta pelos próximos dias.

Em meio à campanha eleitoral, a expectativa agora é que o andamento do processo só se dê após as eleições deste ano.

O parlamentar deixou o PSB para se filiar a outra sigla após alegar perseguição partidária. Marcondes Gadelha decidiu migrar para o PSC, sigla a qual foi eleito presidente estadual na Paraíba. O processo contra o deputado foi movido pelo primeiro suplente da coligação, José Bonifácio, do PSB.

A última movimentação registrada no TSE, na PET, nº. 3027, que pede a cassação do mandato do deputado Marcondes Gadelha foi registrada no dia 10 de agosto de 2010.

Marcondes Benevides Gadelha deixou o PSB no último dia 29 de outubro.

Na ação, o suplente alega que o deputado deixou o partido pelo qual se elegeu “sem sofrer nenhum tipo de perseguição, discriminação, ou qualquer outro tipo de retaliação”. A acusação alega ainda que a legenda não mudou seu perfil ideológico ou fugiu de sua carta partidária.

No Brasil apenas um deputado foi cassado por incorrer na infidelidade. Foi o deputado Walter Brito Neto do Estado da Paraíba, que era filiado ao PFL (atual DEM) e se filiou ao PRB. Em todos os casos a justificativa para desfiliação foi à perseguição política.

Márcia Dias

PB Agora
 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Covid-19 causa morte de Dráuzio Macêdo, sindicalista e assessor da CMJP

Morreu na noite de ontem, 02, o ex-sindicalista Dráuzio Rodrigues de Macêdo, de 53 anos, mais uma vitima da Covid-19. Ele trabalhava atualmente na Câmara Municipal de João Pessoa onde…

Cícero nega troca do PP pelo PSB: “A notícia não procede, jamais cogitei”

O prefeito eleito de João Pessoa, Cícero Lucena (PP), emitiu nota no início da tarde desta quinta-feira (03) para desmentir a informação sobre uma movimentação de bastidores dando conta de…