O desembargador José Ricardo Porto, presidente do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB), declarou nesta quarta-feira (1º) em entrevista à Rádio Arapuan FM, que ao seu ver, há um prazo elástico até começarem efetivamente as movimentações oficiais em torno das eleições municipais deste ano e com isso, é pouco provável que haja o adiamento da mesma por conta da pandemia de coronavírus.

O primeiro turno das eleições está programado para acontecer no dia 4 de outubro e de acordo com os prazos regimentais, as convenções só podem acontecer em agosto, assim como é em agosto que termina o prazo para o registro de candidaturas.

José Ricardo Porto citou ainda declarações do ministro Luis Barroso e disse que a prorrogação do mandato dos parlamentares por conta de um adiamento do pleito seria uma solução aterradora.

“Todos os segmentos da sociedade estão preocupados com o combate desse vírus. Mas o pessimismo é o câncer da alma, eu sou um otimista e acredito que as eleições irão se processar. Estamos iniciando hoje o dia 1º de abril e as convenções irão acontecer em agosto e o período de registro de candidaturas começara dia 23 também de agosto, teremos um prazo elástico para que possamos avaliar a propagação do vírus se esta em forma crescente ou decrescente. O ministro Luis Barroso disse com toda a propriedade que a prorrogação de mandato é uma ideia aterradora” declarou.

 

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Prefeitável de CG admite que eleição ainda é uma incógnita

O deputado (licenciado) Tovar Correia Lima (PSDB) anunciou que concluirá na próxima semana a sua terceira passagem pelo secretariado do prefeito Romero Rodrigues, e retornará a Assembleia Legislativa. Atual titular…

Opinião: o Brasil está à beira de uma guerra civil, cujo ódio é ‘plantado’ por Bolsonaro que usa o povo como pólvora

A tarde já findava. Precisei ir à farmácia, mesmo com certo cansaço em decorrência do corpo debilitado pela Covid-19. Embora os sintomas tenham cessado, o corpo ainda está debilitado. Pois…