O presidente do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba, Arnóbio Viana, anunciou nesta segunda-feira (29) que a Corte reprovará as contas de todos os prefeitos que caírem no ‘golpe do whatsapp’ usando o dinheiro público para bancar o crime. Segundo ele, ainda não há casos dessa natureza registrados na Paraíba, no entanto, o golpe é de conhecimento de todos, não sendo compreensível alegar ter sido enganado para justificar eventuais gastos com o erário.

“Esse fato já aconteceu no Rio Grande do Norte e o Tribunal de Contas da Paraíba já fez ampla divulgação desses fatos e passados três meses, novamente houve casos de depósitos. Então, o que estamos querendo agora é que os prefeitos fiquem atentos. Dinheiro de prefeitura tem que ser corretamente aplicado. Não pode ser pago dinheiro público de qualquer maneira. Tem que ser obedecendo o que a legislação manda”, disse.

De acordo com o presidente, caso alguma prestação de contas encaminhada pelos prefeitos chegue à Corte com a alegação de que teve origem em um
“O que eu quero dizer que o prefeito não pode dizer de maneira nenhuma usar dinheiro público como tendo caído no golpe. Daqui para frente ninguém é mais inocente para aceitar cair nesse golpe. A Paraíba já sabe que existem esses falsários. Estou dizendo como uma forma de ter mais cuidado para que daqui para frente não ocorra novamente”, emendou.

As declarações repercutiram no programa Arapuan Verdade.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Ruy pondera sobre escolha do vice: “No momento certo vamos ter novidades”

Com pré-candidatura à prefeitura de João Pessoa consolidada e programa de governo concluído, o deputado federal Ruy Carneiro (PSDB) agora articula com suas bases a escolha do nome que irá…

Opinião: Manoel Jr busca tirar João Almeida como candidato a prefeito de JP mesmo com aval da Executiva Nacional

Menino não, “bigodete”, como eram chamados todos o adolescente de 13 ou 14 anos de idade. “Bigodete” sim, e com ética e orgulho. O início de um ciclo da “masculinidade”.…