Por pbagora.com.br

Recém eleito presidente da Câmara Municipal de Campina Grande, o vereador Marinaldo Cardoso (PRB), confirmou que pretende renunciar ao cargo e com isso, elevar a vereadora Eva Golveia (PSD), ao comando da Casa.

Ao conceder entrevista na abertura dos trabalhos legislativos, Marinaldo surpreendeu e externou algumas insatisfações no inicio de sua gestão. Ele deu entender que estava tendo dificuldade na missão, e lembrou que é sempre um desafio tomar decisões sem contrariar interesses.

Marinaldo relatou que pretende renunciar ao cargo de presidente da Casa de Félix Araújo, no fim deste ano, abrindo a oportunidade para que a primeira vice-presidente, Eva Gouveia assuma a cadeira.

O vereador observou no entanto, que a renúncia faz parte de um acordo firmado com a base governista para elevar Eva a principal cadeira do Poder Legislativo municipal. Ele também falou das dificuldades financeiras para comandar os destinos da Casa, e saudar débitos anteriores.

Durante a entrevsita,  Marinaldo Cardoso , afirmou que um dos problemas principais que está enfrentando é o financeiro.
Ele lembrou que a folha de pagamento de dezembro de 2020 e a do 13º salário estão atrasadas desde a gestão passada.

“Lembrando que, mesmo que o duodécimo chegue, agora para se pagar a folha de dezembro vai incidir no nosso índice, ou seja, no nosso percentual do duodécimo de 2021”, enfatizou, numa referência indireta à Lei de Responsabilidade Fiscal.

SL

PB Agora

Notícias relacionadas

Opinião: estaria Cícero Lucena pavimentando novos caminhos para Leo Bezerra trilhar?

O vice-prefeito de João Pessoa, Leo Bezerra, seguramente é o político que mais tem gozado de prestígio na gestão de Cícero Lucena. Esta é, pelo menos, é a impressão que…

Aguinaldo Ribeiro solicita que Câmara vote proposta de auxílio ao setor de eventos nesta 4ª

O deputado federal e líder da Maioria na Câmara, Aguinaldo Ribeiro (Progressistas) solicitou na manhã desta quarta-feira (03) que a votação do Projeto que cria o Programa Emergencial de Retomada…