O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, deputado estadual Adriano Galdino (PSB), utilizou suas redes sociais para rechaçar as declarações feitas pelo presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), na manhã desta sexta-feira (19) durante café da manhã com jornalistas. Bolsonaro se referiu de forma pejorativa a região Nordeste e, segundo Adriano, qualquer declaração de conteúdo discriminatório em relação ao Nordeste deve ser rechaçada.

Sem perceber que o microfone estava ligado, Bolsonaro, que conversava com o ministro chefe da Casa Civil, Onyx Lonrenzony, chamou os governadores do Nordeste, de governadores “de Paraíba”. “Destes governadores de Paraíba, o pior é o do Maranhão”, disse o presidente, e acrescentou: “tem que ter nada com esse cara”.

Para o presidente da ALPB, a declaração pode ser vista como um desserviço às relações federativas.

“Qualquer declaração que venha a discriminar a região Nordeste ou qualquer outra região, merece ser rechaçada, principalmente vindo do presidente da República. É um desserviço às relações federativas”, postou Adriano Galdino em suas redes sociais.

 

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

“O que não deixa a saúde funcionar é a corrupção e falta de gestão”, diz Ruy

A falta de informatização na gestão da saúde em João Pessoa compromete o atendimento às pessoas e dá margem para corrupção. Este foi um dos problemas apontados durante entrevista nesta…