A Paraíba o tempo todo  |

Prefeitura de Bayeux vai bloquear salários de servidor que recusar vacina da covid-19

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

A Prefeitura Municipal de Bayeux, na Região Metropolitana de João Pessoa, vem estudando medidas duras para garantir que os servidores públicos municipais recusem a vacina contra a Covid-19. O sinal de alerta foi aceso depois que um agente de saúde recusou a vacina e morreu em consequência da doença. Uma das providências em processo de implementação é bloquear os salários dos profissionais que chegarem à data da vacinação e se recusarem a receber o imunizante.

A decisão foi tomada após uma audiência convocada pelo Ministério Público da Paraíba (MPPB), ocorrida nesta quinta-feira (8). O encontro foi para recomendar ao Município que adote medidas para o combate à atuação de quem faz as vezes de ‘sommelier de vacina’. São justamente as pessoas que recusam a vacinação por não encontrarem, no posto de saúde, o imunizante da marca desejada. Os casos são registrados em todos os estados brasileiros. O MPPB também cobrou o envio de relatório sobre todos os agentes comunitários de saúde do município que recusaram qualquer tipo de vacina.

Confira o texto na íntegra no site do Suetoni

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      1
      Compartilhe