O deputado estadual Jeová Campos (PT) admitiu nesta segunda-feira (23) que lideranças políticas do Sertão, especialmente prefeitos, estão preparando frente para impedir qualquer possibilidade de adesão do deputado José Aldemir (DEM) na base política do governador José Maranhão.

Há uma preocupação generalizada de lideranças ligadas a Maranhão de que, ao aderir, José Aldemir tenha direito a indicação de cargos políticos na região que nem mesmo os aliados tiveram. Para o deputado Jeová Campos, é preciso que o governo esteja pronto para conversar com os aliados locais antes de fechar qualquer adesão.

“Como deputado da base do governo eu defendo que Maranhão e Luciano Cartaxo tenham a governabilidade garantida a fim de que as propostas do Executivo sejam aprovadas na Assembleia. Não posso ser contra isso. Mas é preciso que possamos dialogar sobre estas adesões para que elas sejam feitas em respeito algumas questões locais a fim de que o governo não ganhe um aliado e perca outros”, declarou Campos.

Entre os prefeitos que estariam rejeitando a suposta adesão de Aldemir constam Léo Abreu, de Cajazeiras, e Domingos Neto, de São José de Piranhas.

Apesar da rejeição, Aldemir se mantém na base de oposição a Maranhão.


PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Contribuição de Ruy ao Médicos pelo Brasil é abordado no Correio Braziliense

Em artigo publicado no jornal Correio Braziliense, o deputado federal paraibano Ruy Carneiro – que foi presidente da Comissão de criação do programa Médicos pelo Brasil -, fez um balanço…

Barbosa minimiza possibilidade de mais deputados da base serem citados na Calvário

Após a deputada estadual Estela Bezerra (PSB) ser citada na Operação Calvário e ter colocado seus sigilos bancário, patrimonial e telefônico à disposição da Justiça, para que, segundo ela, tudo…