A atração é comandada pelo radialista Wilame Soares, locutor oficial da campanha de André Gadelha

""

A fama de mau pagador do prefeito de Sousa, André Gadelha, parece continuar firme e forte, fazendo vítimas até na própria família.

 

O PB Agora teve acesso a informação de que André teria passado um calote até no próprio primo, Lafayette Gadelha, proprietário da emissora Líder FM 97,1 na cidade de Sousa. É que o prefeito bancava até pouco dias atrás um programa de rádio que usava como tribuna para defender a administração municipal e trazer denúncias contra adversários políticos. O programa é comandado pelo radialista Willame Soares, locutor oficial da campanha de André Gadelha em 2012.

 

Por não cumprir o acordo de efetuar pagamento mensal junto a Rádio Líder FM para que o programa fosse levado ao ar, os ouvintes ficaram privados de acompanhar a atração desde a última quarta-feira, 16.

 

""Ouvidos por nossa reportagem, várias pessoas foram unânimes em afirmar que a atração comandada por Soares é patrocinada pela prefeitura de Sousa. Não se sabe ao certo o que teria levado o gestor a suspender o patrocínio do programa.

 

As informações dão conta de que o próprio Willame Soares estava sendo constrangido dentro da empresa por conta do ‘calote’. Não aguentando mais as humilhações, teria se recusado a continuar apresentando a atração, comunicando pessoalmente a direção da empresa que o radiofônico bancado pelo prefeito estaria temporariamente suspenso até que o dinheiro aparecesse.

 

Ainda segundo informações da imprensa sertaneja, a suspensão do pagamento estaria ligada a crise política entre o prefeito e o seu primo, Lafayette Gadelha, que também é vereador, e a poucos dias teria abandonado a liderança de Andrezão na Câmara Municipal de Sousa.

 

Sobre a crise  instalada na família Gadelha, um informante do PB Agora relatou que o prefeito teria dado recentemente uma espécie de “boicote” no primo em uma sessão especial convocada por Lafayette com as presenças dos ministérios públicos Federais e Estaduais para que ele desse explicação sobre a ideia de privatização do DAESA (Departamento de Água e esgotos de Sousa). ‘Sua excelência’, o prefeito, teria mandado os vereadores de sua base de sustentação sabotarem a sessão, deixando seu ex-líder numa tremenda ‘saia justa’ com as autoridades presentes. 

Ainda não obtivemos a informação sobre o cancelamento do contrato da rádio com o locutor Wilame Soares.
 

PB Agora com informações do portal Sousa Já
 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Jackson Macêdo é reeleito presidente estadual do PT da PB

A etapa estadual do 7º Congresso Nacional do PT – Lula Livre, definiu novas diretrizes as lutas políticas do Partido dos Trabalhadores na Paraíba (PT/PB). O encontro aconteceu neste sábado…

Veneziano representa o Senado em evento de Turismo realizado em João Pessoa

O Senador Veneziano Vital do Rêgo (PSB) esteve nessa sexta-feira (18), ao lado do governador da Paraíba, João Azevêdo (PSB), participando da abertura da 9ª edição do JPA Travel Market,…