Por pbagora.com.br

O prefeito eleito e diplomado do município de João Pessoa, Cícero Lucena (PP) irá rejeitar o aumento salarial aprovado pela Câmara de Vereadores e que tem gerado polêmica na Capital. A informação foi confirmada pelo advogado Walber Agra, que também é coordenador da equipe de transição do novo gestor.

Segundo Agra,  Cícero vai manter os mesmos vencimentos atuais para prefeito, vice-prefeito e também dos secretários.

“Eu conversava com o prefeito Cícero Lucena hoje e ele me disse: “Walter, para 2021 eu não vou aumentar um único centavo do meu salário, do salário do vice-prefeito ou dos secretários. Podem colocar o valor que quiserem, eu não pagarei um centavo a mais do que vem sendo pago”, adiantou.

O reajuste só será aplicado caso a justiça autorize, caso contrário, permanecerão os mesmos valores pagos atualmente.

“Lá na frente se o Judiciário disser que tem direito, tudo bem. Se não disser, acabou. Agora, em 1º de janeiro, ele não irá cumprir (com reajuste) porque estamos numa pandemia, num período em que precisamos evitar contágio, aglomerações, sobreguardar as oportunidades de emprego, manter o comércio aberto, funcionando. Estamos num período difícil, aí no meio de um período desse, que até o Governo Federal está pagando ajuda, aí agora você vai aumentar salário. Eu acho que não é o momento para isso”, emendou Agra.

 

 

Redação

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Notícias relacionadas

Manifestantes realizam carreata em JP pedindo o impeachment de Bolsonaro

Na tarde deste sábado (23), movimentos sociais e partidos políticos realizam uma carreata em João Pessoa pedindo o impeachment do presidente Jair Bolsonaro. A manifestação teve início na Praça da…

Ruy defende volta do auxílio emergencial durante visita a mercado público em JP

Mantendo o ritmo de atividades para conversar e ouvir as necessidades da população, o deputado federal Ruy Carneiro visitou o Mercado Público de Mangabeira e defendeu a volta do auxílio…