O prefeito de Catolé do Rocha, Edvaldo Caetano (PTB), baixou um decreto demitindo todos os secretários municipais e demais detentores de cargos comissionados no total de 90, além de suspender viagens oficiais, ajuda de custo e licença prêmio para servidor para atualizar os salários atrasados, garantir o pagamento das folhas de novembro e dezembro e 13º mês, cumprindo assim o que determina a Lei de Responsabilidade Fiscal. Com as medidas, a prefeitura vai economizar R$ 390 mil em três meses.

“Com a queda do Fundo de Participação dos Municípios e aumento natural das despesas, resolvi tomar uma medida drástica, exonerando o secretariado e todos os demais comissionados, cujos salários estavam atrasados e cortando a verba de custeio. Até o dia 10 de janeiro, vamos pagar todas as folhas de pessoal e o décimo terceiro”, prometeu Caetano. Até janeiro, ele vai centralizar todas as ações em seu gabinete.

De acordo com o Tribunal de Contas do Estado, o montante da folha de pessoal em outubro do município de Catolé do Rocha foi R$ 1,2 milhão.

A maior parte fica com os 832 servidores efetivos (R$ 811 mil). Já os 90 comissionados, incluindo os secretários, têm uma folha de R$ 130 mil. O restante é contratação por excepcional interesse público e o pessoal de convênios federais.

 

Do Jornal da Paraíba
 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Hervázio Bezerra sinaliza que pode deixar PSB se João Azevêdo sair da sigla

O Partido Socialista Brasileiro deverá perder três nomes de peso devido a disputa interna pelo comando do partido, e que colocaram o governador João Azevedo e o ex governador Ricardo…

Júnior Araújo avalia como oportunismo o anúncio de apoio a João Azevêdo feito por Dra. Paula

O deputado estadual Júnior Araújo (PSB) avaliou como sendo oportunista o apoio anunciado pela também deputada estadual Dra. Paula ao governador João Azevêdo (PSB). De acordo com Araújo, tanto a…