O presidente do PSB paraibano, Edvaldo Rosas, não teve arrodeios e disse durante entrevista nesta sexta ao PB Agora que o PMDB, de José Maranhão e Veneziano Vital é o principal interessado num possível esfacelamento da aliança vitoriosa composta pelo governador Ricardo Coutinho (PSB) e pelo senador tucano Cássio Cunha Lima.

 

Sem perder a oportunidade, Rosas voltou a ironizar o potencial eleitoral da oposição a gestão socialista. ““É ruim para Ricardo e para Cássio. É bom para o PMDB porque é a única possibilidade de ter uma chance mínima de disputar”, cutucou o pré-candidato a uma cadeira na Câmara Federal em 2014.

 

O presidente do PSB paraibano destacou a viabilidade eleitoral do governador Ricardo Coutinho e mostrou-se convicção com a participação do senador Cássio no palanque governista nas eleições do próximo ano.

“Ricardo está bem nas pesquisas e a reeleição é legítima. A aliança é o melhor para a Paraíba. A candidatura de Cássio pode ficar para 2018.O debate de rompimento só interessa aqueles que passaram anos e não fizeram muita coisa pela Paraíba”, assegurou.

""

“Não vejo razão nem para o PSDB romper com o PSB, nem vice versa”, explicou o dirigente socialista.

 

Por fim, Rosas comemorou as filiações do PSB visando as eleições 2014. Edvaldo destacou o fortalecimento da legenda e disse que a meta é ampliar a representação da legenda na Assembleia Legislativa e na Câmara dos Deputados.

 

Entre os nomes apresentados pelo PSB estão: o do deputado estadual Hervázio Bezerra, o presidente da Famup e ex-prefeito de Picuí, Buba Germano, do ex-deputado estadual João Fernandes, do ex-deputado Jeová Campos, do empresário Walter Aguiar, do ex-reitor da UFCG, Thompson Mariz, do militante do movimento de moradia, João Dheon, dos ex-candidatos a prefeitos de Campina Grande, Arthur Bolinha, e de Santa Rita, Adonis Júnior, do ex-prefeitos de Coremas, Edmilson Pereira e de Ouro Velho, Inácio Júnior, da vice-prefeita de Mataraca, Emília Brandão, do ex-deputado federal Ivan Burity, dentre outras lideranças.

 

Henrique Lima

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Bolsonaro teme derrota e se afasta da disputa eleitoral de 2020

O presidente Jair Bolsonaro tem sinalizado que mudará sua estratégia política para as eleições de 2020, de olho em reduzir eventuais impactos negativos para sua campanha eleitoral em 2022. Convicto…

Presidente do PSOL-PB revela estratégias da sigla para as eleições deste ano

Tentando se divergir dos demais partidos a nível nacional e estadual o atual presidente estadual do PSOL, Tárcio Teixeira, pretende formular pré-candidaturas as eleições deste ano, com base na sua…