A Paraíba o tempo todo  |

Porta dos Fundos faz esquete de político oportunista com candidato ‘da Paraíba’

Independente se a arte imita a vida ou a vida imita a arte, o canal Porta dos Fundos expôs um problema que volta a cada eleição: candidato que cria um personagem apenas para conquistar votos do eleitorado. No remake da esquete “Programa Político”, o humorista Fábio Porchat interpreta o senador Aristidies Nelsonn, que finge ser um político paraibano que tem uma família “comercial de margarina”. Tudo para conquistar o eleitorado desinformado.

No vídeo, o senador tenta gravar sua propaganda eleitoral. A equipe trouxe atores para fingirem ser sua família, mas o político cai na risada ao tentar seguir o texto e contracenar com seus parentes contratados.

Durante a gravação do comercial, o candidato revela, ainda, participar de esquemas de propina, ter aversão a mulheres e idosos, ao questionar os figurantes escolhidos pela produtora do material publicitário. Critica a escolha da Paraíba como seu local de nascimento e demonstra em todos os takes não ter escrúpulos para atingir seus objetivos.

Veja também Câmara de João Pessoa vai realizar sabatinas com candidatos ao governo da Paraíba
O vídeo faz parte de uma série de ações para comemorar os 10 anos do grupo. É um remake do clássico ‘Programa Político’ lançado nove anos atrás. No vídeo original, o senador Aristidies Nelsonn tenta gravar a sua propaganda, mas cai na gargalhada toda vez que tenta ler o texto preparado por sua equipe.

Outras referências

Esta na é a primeira vez que o canal usa a Paraíba como pano de fundo para o humor. Em fevereiro deste ano, o canal colocou ao ar a esquete ‘Paraibada‘, expressão em referência às declarações xenofóbicas da apresentadora Antônia Fontenele contra a paraibana Juliette.

A Paraíba também esteve representada no canal com a esquete ‘Peçanha contra Juliette‘, ao ar em novembro do ano passado.

Confira o vídeo do Porta dos Fundos:

Blog Conversa Política

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      1
      Compartilhe