Por pbagora.com.br

O vereador Leo Bezerra (Cidadania) não se calou diante da nota da deputada estadual Estela Bezerra (PSB) que colocou em xeque a fidelidade partidária tanto de Leo quanto do seu pai Hervázio Bezerra.

Adotando um tom mais duro, Leo diz que essa não é a primeira vez que recebe ataques por parte de Estela e que evita fazer menção ao nome da parlamentar,mas que diante dos fatos não conseguiu se calar.

“Fui agredido e provocado pela Dep. Estela, e não foi a 1 vez. Evito ao que posso fazer referência ao nome dela, não por medo lógico, mas em respeito a uma história que ela esqueceu e eu não. Ingressei na política acreditando nela, em quem votei p/ prefeita em 2012” escreveu via Twitter.

O parlamentar foi mais além e declarou que ele e Hervázio passaram a ser atacados ao não concordar com o que taxou de “golpe” que o PSB teria dado em integrantes da sigla para troar o comando na Paraíba.

“Fomos praticamente expulsos e taxados de traidores (eu e Hervazio) quando lideranças do PSB, nos porões do partido arquitetaram um golpe que toda Paraíba tomou conhecimento. Hervazio foi abordado por Estela para assinar uma lista, e por não concordar com o golpe vieram os ataques” disparou.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Chico César classifica bolsonaristas de “demônios” em música e vereadora de JP rebate

Uma verdadeira polêmica está envolvendo a nova música do cantor e compositor Chico César, ‘Bolsominions são demônios’. Na canção, Chico diz que “bolsominions são demônios que saíram do inferninho direto…

Opinião: já são dezesseis pré-candidatos à sucessão de Cartaxo. A maioria quer mesmo é se arrumar…

O quadro sucessório visando as eleições municipais em João Pessoa já registra 16 pretendentes ao cargo hoje ocupado pelo prefeito Luciano Cartaxo e, diz-se, um décimo sétimo estaria para surgir.…