Por pbagora.com.br

A Prefeitura de Conde, através da Procuradoria-Geral do Município, repudiou as acusações do ex-prefeito do município, de que teria ocorrido irregularidades na licitação do lixo do município na atual gestão da prefeita Karla Pimentel.

De acordo com a publicação, o município estava com lixo acumulado e sem nenhum contrato vigente com empresa de coleta de lixo. A PGM destaca, ainda, que a contratação ocorreu “dentro da mais estreita legalidade, através do competente Secretário de Administração, Rodrigo Trigueiro, obedecendo a todos os preceitos legais”.

Nota da PGM de Conde

A Procuradoria Geral do Município de Conde repudia com veemência os ataques proferidos pelo Sr. Aluísio Régis na data de hoje, que levantam suspeitas infundadas e inverídicas em face da gestão Karla Pimentel.

A contratação emergencial para a coleta de resíduos sólidos foi absolutamente necessária, considerando que a atual gestão recebeu o município com lixo acumulado na cidade e sem contrato válido com empresa de coleta, razão por que foi realizada a contratação dentro da mais estreita legalidade, através do competente Secretário de Administração, Rodrigo Trigueiro, obedecendo a todos os preceitos legais.

Diante disto, a gestão repudia os ataques irresponsáveis proferidos pelo Sr. Aluísio Régis, eis que todos os ritos legais foram cumpridos, conforme já foi esclarecido perante os órgãos de fiscalização.

 

Da Redação

Notícias relacionadas

Paraibano é o relator de comissão para investigar relatório falso sobre mortes pela Covid

A presidente do Tribunal de Contas da União (TCU), Ana Arraes, instituiu uma Comissão de Processo Administrativo Disciplinar (PAD), composta por auditores federais de controle externo, para apurar, no prazo…

Doria cita Ruy como opção para Governo, mas tucano mantém foco na pandemia

O governador de São Paulo, João Doria, do PSDB, em entrevista ao programa Frente a Frente, da TV Arapuan na noite de ontem, segunda-feira (14) elencou qualidades e defendeu, publicamente,…