Por pbagora.com.br

Na tarde desta quarta-feira (11) a Procuradoria Geral Eleitoral pediu pela inelegibilidade do ex-governador Ricardo Coutinho no recurso impetrado pelo Ministério Público Eleitoral.

O MPE se colocou contra a decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PB) que o inocentou o ex-governador do crime de abuso de poder político e econômico no caso que ficou conhecido como Aije do Empreender.

De acordo com o MPE, “restou comprovado que o então candidato à reeleição utilizou, em proveito de sua candidatura o programa EMPREENDER-PB, concedendo créditos a pessoa físicas e jurídicas sem efetivo controle ou respeito a critérios estritamente objetivos, situação que se agravou no ano de 2014”.

 

PB Agora

Notícias relacionadas

Projeto Social apoiado pela prefeitura de Bayeux vira chacota por erro gramatical

Por meio das suas redes sociais, a prefeita da cidade de Bayeux, Luciene Gomes (PDT), divulgou, neste fim de semana, um projeto social apoiado pela sua gestão denominado: Irmã Geni.…

Levantamento do PB Agora contabiliza 10 nomes cotados para disputar única vaga da Paraíba no Senado em 2022

Um levantamento feito pela reportagem do PB Agora contabilizou ao menos dez nomes cotados para ingressar na disputa pela única vaga da Paraíba no Senado Federal nas eleições de 2022.…