Na tarde desta quarta-feira (11) a Procuradoria Geral Eleitoral pediu pela inelegibilidade do ex-governador Ricardo Coutinho no recurso impetrado pelo Ministério Público Eleitoral.

O MPE se colocou contra a decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PB) que o inocentou o ex-governador do crime de abuso de poder político e econômico no caso que ficou conhecido como Aije do Empreender.

De acordo com o MPE, “restou comprovado que o então candidato à reeleição utilizou, em proveito de sua candidatura o programa EMPREENDER-PB, concedendo créditos a pessoa físicas e jurídicas sem efetivo controle ou respeito a critérios estritamente objetivos, situação que se agravou no ano de 2014”.

 

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Julian se contrapõe a posicionamento de Bolsonaro sobre retornar à normalidade

O deputado federal Julian Lemos voltou a usar suas redes sociais para revelar divergência do seu ponto de vista em relação ao adotado pelo presidente Jair Bolsonaro no que tange…

Renato Martins deve retornar à CMJP após licença de Tanilson Soares

Após travar uma verdadeira batalha com o suplente Zezinho Botafogo, que desde o início do ano assumiu uma cadeira na Câmara Municipal de João Pessoa, o também suplente Renato Martins…