Na pesquisa PB Agora/Datavox realizada no último dia 30 de novembro, além de questionar à população sobre em quem elas votariam para a Prefeitura Municipal de João Pessoa, tanto apresentando nomes para a votação, quanto deixando o eleitor à vontade para fazer a sua escolha, os pesquisadores também questionaram se o apoio dos gestores estadual (João Azevêdo) e municipal (Luciano Cartaxo), além do ex-governador Ricardo Coutinho influenciaria na decisão do eleitorado.

Quando questionados se o apoio de Cartaxo diminuiria ou não afetaria a vontade do eleitor em votar em determinado candidato, 17% dos entrevistados responderam que o apoio do prefeito aumentaria a chance de votar em determinado candidato, 14,7% disseram que diminuiria, 65,7% relataram que não afetaria na sua escolha e 2,6% disseram não saber ou não opinaram.

Quando o apoio é do governador João Azevêdo, 18,3% informaram que a indicação do gestor estadual aumentaria as chances de votarem em determinado candidato, 13,6% disseram que diminuiria, 64,4% relataram que não afetaria e 3,7% informaram não saber ou não quiseram opinar.

Já com relação ao provável apoio do ex-governador Ricardo Coutinho, 27,8% dos eleitores informaram que a indicação de RC aumentaria suas chances de votar em determinado candidato, 14,8% disseram que as chances diminuiriam, 53,8% informaram que não afetaria e 3,6% disseram que não sabem ou não quiseram opinar.

DADOS TÉCNICOS

A pesquisa ouviu no dia 30 de novembro, 810 pessoas em idade eleitoral nos bairros do Cabo Branco, Manaíra, Tambaú, Bessa, Jardim Oceania, Aeroclube, São José, Alto do Céu, Mandacaru, Ipês, Treze de Maio, Padre Zé, Róger, Ilha do Bispo, Alto do Mateus, Indústrias, Jardim Veneza, Mumbaba, Gramame, Costa e Silva, Ernani Sátiro, Funcionários, João Paulo II, Grotão, Ernesto Geisel, Valentina, Paratibe, Cuiá, Muçumago, Planalto da Boa Esperança, Mangabeira, Costa do Sol, Jardim Cidade Universitária, Bancários, Altiplano, Castelo Branco, José Américo, Água Fria e Cristo Redentor, Oitizeiro, Cruz das Armas, Jaguaribe e Varjão, Tambauzinho, Expedicionários, Miramar, Trincheiras, Varadouro, Torre e Estados.

O intervalo de confiança estimado é de 95,0% e a margem de erro máxima é de 3,7 pontos percentuais para mais ou para menos.

As entrevistas foram pessoais, feitas por meio de questionário elaborado de acordo com os objetivos da pesquisa.

Para a realização da aferição foi utilizada uma equipe de entrevistadores e coordenadores de campo devidamente treinada para o trabalho da DATAVOX PESQUISAS.

Confira o resultado da pesquisa estimulada:

PB Agora/Datavox: confira números da pesquisa Estimulada da disputa pela PMJP em 2020

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Bolsonaro teme derrota e se afasta da disputa eleitoral de 2020

O presidente Jair Bolsonaro tem sinalizado que mudará sua estratégia política para as eleições de 2020, de olho em reduzir eventuais impactos negativos para sua campanha eleitoral em 2022. Convicto…

Crise no PT: ala diverge de Jackson sobre apoio a RC nestas eleições em JP

O presidente reeleito do diretório do PT na Paraíba, Jackson Macêdo, pelo visto, não tem sua visão de apoio da sigla ao ex-governador Ricardo Coutinho a prefeitura municipal de João…