Por pbagora.com.br
Desembargador Ricardo Vital

Os partidos dos Trabalhadores (PT), Comunista do Brasil (PCdoB), e Socialista do Brasil (PSB), além de entidades como o Movimento Sem Terra (MST), Marcha Mundial das Mulheres, Associação Brasileira de Juristas pela Democracia/PB, Consulta Popular e Levante Popular da Juventude, na tarde desta quinta-feira (27), emitiram nota contra o uso de tornozeleiras eletrônicas por investigados na Operação Calvário, do Ministério Público Estadual.

A determinação foi assinada pelo desembargador do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB), Ricardo Vital. De acordo com a nota, a decisão vem mesmo após o STJ conceder Habeas Corpus aos investigados.

Tanto os partidos quanto os movimentos citados expressam estranheza e indignação com a decisão do magistrado da Paraíba. “O Judiciário cada vez mais vem sendo transformado em aparelho da política transformando as investigações em espetáculo, destinado apenas a produzir condenações antecipadas”, diz a nota.

Confira texto na íntegra:

 

 

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Veja agenda dos candidatos a prefeito de João Pessoa nesta terça-feira

Entrevistas, reuniões e visitas, marcam a agenda dos candidatos a prefeito de João Pessoa nesta terça-feira (24), na reta final da campanha. Confira a agenda: Cícero Lucena (Progressistas) 7h30 –…

Juventude do PSDB anuncia apoio ao candidato Nilvan Ferreira

O candidato a prefeito de João Pessoa, Nilvan Ferreira (MDB) recebeu o apoio da Juventude do PSDB. O encontrou que aconteceu na noite deste domingo (22) reuniu os presidentes Estadual…