A Paraíba o tempo todo  |

Parceria Incra/Exército garante água potável a assentamentos da Paraíba, confirma Efraim

No início da tarde dessa quinta-feira (14) iniciaram-se os trabalhos de perfuração de poços artesianos no sertão da Paraíba. Em parceria do Incra com o exército e o governo federal Bolsonaro, o primeiro município contemplado foi o de São Mamede, no assentamento Nossa Senhora Aparecida II. Cerca de 30 famílias serão beneficiadas com acesso à água potável.

Além deste, mais dois assentamentos receberão poços: Mundo Novo, com 24 famílias, e Saco do Monte/Belmonte, com 22. Com a chegada de água potável, será iniciada uma nova realidade para as 76 famílias que necessitam deste benefício para a região.

“Sei o quanto as comunidades precisavam dos poços e agora, finalmente, conseguiremos suprir essa antiga necessidade e fornecer esse bem precioso que é a água potável de qualidade, item essencial para a comunidade, os pequenos produtores rurais e, claro, para o nosso irmão sertanejo”, conclui o deputado federal Efraim Filho, líder da bancada no Estado.

O governo vem investindo na perfuração de poços no interior do nordeste a fim de sanar o problema na região, acometida pela falta de chuva e, consequentemente, a escassez dos açudes. “Sem o apoio do governo do Estado, não teríamos condições de concretizar os investimentos. O auxílio chegará num momento em que todas as cidades sofrem pelos efeitos da estiagem. Água potável é mais do que prestação de serviço público, é dignidade humana”, reforça o superintendente do Incra/PB, Kleyber Nóbrega.

Dessa forma, com a perfuração de poços, o governo garante a segurança hídrica para a população conseguir enfrentar a seca e a estiagem do sertão.

Plano AgroNordeste

Lançado pelo MAPA em outubro de 2019, o Plano AgroNordeste tem como finalidade impulsionar o desenvolvimento econômico, social e sustentável do meio rural nos nove estados do Nordeste e de parte de Minas Gerais.

PB Agora

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe