O presidente da Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), vereador Durval Ferreira (PP), não descartou firmar parceria para a construção de uma nova sede para a Casa. A parceria seria com a prefeitura e agora com o novo governador eleito, Ricardo Coutinho (PSB), que exercerá seu mandato a partir do dia 1º de janeiro.

 

Durval acredita que a parceria sendo firmada poderá resultar também na aquisição de um local, de um espaço, para que um novo Legislativo Municipal possa ser construído e preparado para acomodar os seis novos parlamentares que vão chegar no próximo pleito (de 2012), além de setores (administrativos e burocráticos) do anexo da Casa, que fica em frente à agência da Caixa Econômica Federal (CEF), na rua das Trincheiras.

 

Ele ressaltou que a Câmara, há muito tempo, já necessita de um novo prédio à altura, para acomodar melhor, não só a atividade dos parlamentares, mais as dos servidores e ainda oferecer mais conforto à sociedade que diariamente comparece ao Legislativo para acompanhar as sessões, audiências públicas e procurar os vereadores em seus gabinetes.

 

O presidente admitiu que a redução no repasse do duodécimo da prefeitura para a Câmara tem feito com que a mesa diretora corte algumas despesas e deixe de executar ações importantes e essenciais, como a aplicação própria de investimentos para a aquisição do novo prédio.

 

Redação com Assessoria

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Deputado critica Cartaxo por proibir Feira Agroecológica, em João Pessoa

O deputado federal Frei Anastácio (PT/PB) repudiou, nesta semana, a decisão da Prefeitura de João Pessoa que proibiu a realização da Feira Agroecológica do Ponto de Cem Réis, organizada por…

MPF pede quebra de sigilo bancário de ex-prefeito no âmbito da Operação Andaime

No âmbito da Operação Andaime, deflagrada em 2015, o Ministério Público Federal (MPF) solicitou a quebra do sigilo bancário e fiscal do ex-prefeito de Santa Cruz (PB), Raimundo Antunes. De…