A Paraíba o tempo todo  |

Paraibano ex-Senador pelo Rio de Janeiro destaca união de Veneziano e de Ricardo para eleger Lula Presidente

Em vídeo publicado nas redes sociais (confira abaixo), o ex-Senador pelo PT, Lindbergh Farias, destacou a importância dos paraibanos elegerem Lula como Presidente da República nas próximas eleições, bem como em Veneziano Vital (MDB), para o Governo da Paraíba e em Ricardo Coutinho (PT), para o Senado.

“O PT tirou o Brasil do mapa da fome e é triste o que estamos vendo agora. A fome voltando, a pobreza e o desemprego. E como paraibano, eu fico muito feliz com essa união. Eu quero saudar o meu amigo Veneziano, que está tendo a coragem de se colocar como pré-candidato a Governador; Ricardo Coutinho, ao Senado, que foi um dos melhores governadores da história da Paraíba. Torcendo pra que dê certo. Essa é uma turma firme, que vai estar com Lula até o fim. Trago aqui meu apoio e minha alegria de fazer essa saudação a Veneziano e a Ricardo Coutinho e para meus companheiros do PT”, destacou Lindbergh.

Em 1994, aos 24 anos, Lindbergh Farias foi eleito deputado federal pelo PCdoB.

Em 1998, Lindbergh tentou se reeleger deputado federal, sem sucesso. Mesmo obtendo 73 mil votos, não conseguiu uma vaga na Câmara porque o PSTU – legenda pela qual concorreu – não atingiu coeficiente eleitoral. Pelo mesmo motivo, em 2000, não pôde assumir o cargo de vereador, embora fosse o quarto mais votado do Rio de Janeiro, com 47 mil votos.

A convite de do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, decidiu, em 2001, filiar-se ao Partido dos Trabalhadores (PT). E nas eleições de 2002, elegeu-se deputado federal com 83 mil votos. Dois anos depois, disputou a prefeitura de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. Tornou-se prefeito, com 65% dos votos, e foi reeleito, em 2008, permanecendo no cargo até 2010.

Para o Senador Veneziano, contar com o apoio desse brilhante paraibano que se destacou no Rio de Janeiro é um orgulho imenso. Veneziano destacou as lutas de Lindeberg à frente da UNE, liderando o movimento dos cara-pintada, que levou ao impeachment do então presidente da República Fernando Collor de Mello.

Confira o vídeo:

Da Redação

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe