A Paraíba o tempo todo  |
PUBLICIDADE

Paraíba lidera no Nordeste com oito deputados entre os cabeças do Congresso Nacional

Senado empossa 37 eleitos e 17 reeleitos para mandato até 2019

A Paraíba destacou-se no ranking dos principais cabeças do Congresso Nacional, divulgado pelo Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap), ao ter oito parlamentares incluídos na lista. Este número coloca o estado como o primeiro no Nordeste e o quarto a nível nacional, atrás apenas de São Paulo (17), Rio de Janeiro (13) e Minas Gerais (9).

Os parlamentares paraibanos que figuram entre os 100 mais influentes são os senadores Daniella Ribeiro (PSD), Efraim Filho (União) e Veneziano Vital do Rêgo (MDB), além dos deputados federais Aguinaldo Ribeiro (PP), Gervásio Maia (PSB), Wellington Roberto (PL), Romero Rodrigues (Podemos) e Hugo Motta (Republicanos). A inclusão destes nomes reflete a capacidade de conduzir debates, negociações, votações, articulações e formulações legislativas, conforme os critérios estabelecidos pelo Diap.

Os três senadores da Paraíba figuram na lista

Em contrapartida, os deputados Luiz Couto (PT) e Cabo Gilberto (PL), conhecidos por suas posições ideológicas e polarizadas, ficaram de fora do ranking. A ausência de ambos evidencia que o radicalismo e a polarização não foram reconhecidos como atributos de influência e protagonismo pelos congressistas e pela banca especializada.

Mesmo sendo vice-líder da bancada de oposição em seu primeiro mandato, Cabo Gilberto não conseguiu se destacar entre os parlamentares influentes. Este fato sublinha que o reconhecimento no cenário político nacional vai além das posições ideológicas e exige habilidades de articulação e negociação.

Deputados do PT e do PL ficam de fora

A pesquisa considerou o desempenho dos parlamentares desde a posse, com ênfase no primeiro trimestre de 2024. A Paraíba, com seus oito representantes, reafirma sua relevância no cenário político nacional, demonstrando que o estado sabe eleger figuras de destaque no processo legislativo.

 

PB Agora

 

 

    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe