O deputado estadual Eduardo Carneiro (PRTB) ratificou, durante entrevista na tarde desta quinta-feira (07), ao programa Arapuan Verdade, a disposição de disputar a prefeitura de João Pessoa nas eleições desse ano, todavia, não descartou a tese de apoiamento a outra candidatura, caso esse seja o entendimento da maioria. Apesar da projeção, ele deixou claro que, nesse momento, o debate eleitoral está adormecido por conta do coronavírus e os esforços da classe política para minimizar os prejuízos durante a pandemia.

Essa semana a executiva municipal do PRTB esteve reunida, de forma remota, tanto para avaliar as filiações partidárias, como também estipular ações que visem ajudar a comunidade carente no atual cenário.

“Na realidade nosso partido se reuniu essa semana para avaliar as filiações partidárias e o momento. Vamos lançar cursos online para preparação dos nossos pré-candidatos a vereador em João Pessoa, vamos fazer uma campanha institucional do partido para arrecadar alimentos e insumos para distribuir junto à população carente na capital para suprir a necessidade desse momento e iniciamos um processo de discussão de candidatura própria ou apoiamento a outras candidaturas. Iniciamos esse debate e incialmente a maioria deseja que tenhamos candidatura própria, colocamos nosso nome à disposição, mas nesse momento essa discussão está adormecida e com muita prudência nós não estamos debatendo a questão eleitoral nesse momento, estamos discutindo internamente e a tendência realmente é que nós continuemos com a nossa manutenção da nossa candidatura”, ressaltou.

Indagado sobre o apoio do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), já que o PRTB é uma das siglas integrantes do bloco de direita na Capital, Eduardo ressaltou que esse debate será feito no momento oportuno e que espera marchar unido com os outros nomes, a exemplo de Nilvan Ferreira (MDB) e Walber Virgulino (Patriotas), que integram o mesmo bloco.

“Estamos dialogando, eu faço parte do partido do vice presidente, e ele como a executiva nacional é um entusiasta da nossa candidatura, temos diálogo aberto com Walber e Nilvan e acredito que esse momento é de discussão interna, acredito que devemos marchar unidos, é um segmento que defende uma ideia, algumas intervenções que são necessárias e uma postura única aqui e no país , acredito que mais adiante vão se dar essas tratativas e os diálogos e futuramente estaremos conversando com esse grupo”, emendou.

 

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Homem suspeito de ameaçar Ricardo Coutinho atua no ramo de confecções

O homem detido após uma investigação policial, que é apontado como principal suspeito de ameaçar de morte o ex-governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), atua no ramo de confecções, cuja…

Opinião: Bolsonaro desrespeita a “tradicional família” e choca a Pátria Amada com linguajar de manichula

Quem assistiu ao vídeo sobre a excêntrica reunião ministerial presidida por Jair Bolsonaro ficou estarrecido. Não havia como não ficar indignado e tomado por um sentimento deprimente de vergonha alheia.…