A Paraíba o tempo todo  |

Opinião: Veneziano Vital é a “noiva” da vez para 2022 e João Azevêdo deve observar esse “baile”

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

Os bailes. Sim, como no filme e na própria história do Brasil, entrelaçando-se nos movimentos culturais desta terra de bom coração, os bailes têm que ser perfumados. Agradar a todos em doces aromas. Um perfeito estado de odor natural agradável.

E assim a vida deve seguir. Eu disse deve, mas essa é apenas uma condição, não a verdade absoluta. Porém, se existe tal regra para vida de forma geral, na política partidária, o mesmo deve acontecer.

Laços, alinhavos seguidos por pontos largos devem ser respeitados para o figurino da vitória. O vestuário necessita de tal “técnica, assim como o noivo precisa, claro, de uma noiva. E saindo do campo da moda e partindo, de forma incisiva à política, eis a questão: qual o verdadeiro papel do senador Veneziano Vital do Rêgo (MDB) em 2022?

Aliado de primeira hora do governador João Azevêdo (Cidadania), tendo ao seu lado sua mãe, a também senadora Nilda Gondim (MDB), é Veneziano Vital o vice-presidente do Senado. O que não é pouco e o faz uma das maiores lideranças no cenário político brasileiro.

E mais: sua família, natural de Campina Grande, tem forte influência não só no Compartimento da Borborema. Em toda a Paraíba há um “dedo” político presente dos seus antepassados. Neto do ex-governador do Estado, Pedro Gondim, é filho do político e jurista de grande porte, Vital do Rêgo (ambos já falecidos).

E tem Veneziano Vital luz própria. É presidente do diretório regional do MDB, partido de grande lastro financeiro e político. Trata-se de uma agremiação partidária de forte capilaridade eleitoral.

Agora, após o que descrevi, repito. Qual é o papel de Veneziano Vital nas eleições de 2022? Indago e respondo. Papel fundamental para a reeleição de João Azevêdo. E aqui outros questionamentos: o emedebista terá uma “vaga” na chapa majoritária como vice de Azevêdo?

Deseja o senador figurar esse papel? Presumo que não, mas sua esposa, Ana Cláudia (Podemos) pode ter um espaço ao lado de Azevêdo, visando uma possível pretensão de Veneziano Vital ser candidato em 2026 para governador do Estado? Bem, como explanei tudo está no mundo das ideias.

Não há nada de concreto em tal texto, mas João Azevêdo deve observar o futuro. Veneziano Vital é a “noiva” da vez. Tratá-lo como grande aliado político, sem subserviência, é prudente. Afinal, alianças políticas são formadas ou rompidas pela falta de diálogo e boa diplomacia. O chefe do Executivo da Paraíba sabe a regra, pois é dando, que se recebe.

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe