Por Elcio Nunes

Uma dar-se no Brasil com seu início no ano de 2014, e permanece com pernas bambas até nossos dias. A outra, deu-se na Itália tendo seu início na década dos anos 80 e morreu nos anos 90. As duas surgiram com cara de leões, dispostas a dizimar e servir de exemplo a uma corrupção sistemática e desenfreada que corroía e ainda corroe os quatro cantos desses dois países. Uma no continente Sul-americano, (Brasil) e a outra, no continente Europeu, (Itália).

Lá terminou em pizza e com seus líderes humilhados e massacrados pela mesma classe de corruptos que a operação tentou por fora do poder. Aqui no Brasil, está se dando o mesmo. A Operação Lava a Jato começou a ser desfigurada lá atrás, com aval na surdina do poder Executivo, Legislativo e Judiciário. O que me espanta é ver a inércia do povo brasileiro quanto a essa acintosidade de corruptos que sem nenhum temor e pudor a cada dia trabalham não só para desfigurar e sim para exterminar esse braço forte que se levantou para afrontar e destruir a alta corrupção na sociedade e nas altas escalas do poder brasileiro.

Nossos bons juízes tomaram como exemplo a seguir a operação Mãos Limpas (Mani Pulite) da Itália, e hoje estamos contemplando de um modo triste que nossa operação está morrendo a cada dia, assim como a deles. Desqualificação diante da sociedade de Juízes, Promotores, membros do Ministério Público e policiais. Esses líderes estão sendo execrados diante da opinião pública, assim como se deu na Itália. Aproveitando-se da corrente da pandemia, que assombra e toma a atenção de todo o nosso povo, os poderosos, humilharam e puseram na UTI nossa maior operação contra corrupção de todos os tempos.

Os esquerdistas riem dela e os direitistas em seu silêncio aplaudem a desgraça da mesma, pois, tanto um grupo como o outro tem grande parte dos seus líderes com os rabos presos e sujos diante da justiça brasileira, incluindo membros dos três poderes em todos os estados da federação brasileira. Vergonha que dói na alma.

A Lava-Jato está morrendo. A justiça é posta de lado, e o direito é afastado. A verdade anda tropeçando no tribunal, e a honestidade não consegue chegar até lá. A verdade desapareceu e os que procuram ser honestos são perseguidos. Profeta Isaías 59. 14-15.

Por Elcio Nunes

Notícias relacionadas

Após sete horas de votação, Câmara aprova retorno das aulas presenciais

O projeto que prevê a reabertura de escolas e faculdades durante a pandemia (PL 5595/20) foi alvo de disputa durante sete horas de votação no Plenário da Câmara dos Deputados.…

Regado a elogios: Julian destaca aproximação com João Azevêdo

O deputado federal Julian Lemos, presidente estadual do PSL na Paraíba, elogiou a maneira de como o governador João Azevêdo (Cidadania) vem conduzindo os destinos do estado. “Ele é um…