Por pbagora.com.br

Olá, leitores! Serei sincero. O bico do tucano em Campina Grande está cada vez menor e suas penas já não reluzem como antes. A pobre ave vem sendo depenada aos poucos, como o PSDB que tenta, a todo custo, sobreviver em algum poleiro na Rainha da Borborema.

E com a derrocada do PSDB campinense, a fragilidade do ex-senador Cássio Cunha Lima, e do próprio filho, o deputado federal Pedro Cunha Lima, que preside a sigla na Paraíba, ficará exposta. Talvez não em um futuro próximo, mas certamente o carnê chegará cobrando um preço alto no futuro.

Aponto outro agravante nesse, digamos, achatamento tucano na Rainha da Borborema. As mínimas chances de uma postulação robusta do pré-candidato da sigla a prefeito de Campina Grande, o deputado estadual Tovar Correia Lima. Ele vem buscando, a todo o custo, o apoio do prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, que saiu do PSDB em abril de 2019, para assumir a presidência estadual do PSD em clima festivo, havendo a participação presidente nacional da legenda, Gilberto Kassab.

E por falar em Kassab, o mesmo informou que a agremiação política terá candidato a prefeito de Campina Grande, sendo o ungido o ex-deputado estadual Bruno Cunha Lima, e em raciocínio lógico, Romero Rodrigues seguirá a orientação nacional, deixando a possível candidatura de Tovar Correia Lima menor, pois as lideranças do PSDB na cidade serrana, em especial Cássio Cunha Lima e Pedro Cunha Lima, como Pôncio Pilatos, “lavaram as mãos”.

E nesse gesto em deixar Tovar solitário, como falei antes, Cássio e Pedro Cunha Lima podem pagar um preço alto pelo que classifico como “abandono partidário”. Por outro lado Romero Rodrigues, na busca de fazer seu sucessor, vem mantendo contato com os dirigentes do Partido Progressista, havendo a possibilidade do vereador licenciado a atual secretário de Ciências e Tecnologia Lucas Ribeiro, da Rainha da Borborema, figurar como vice de Bruno Cunha Lima, o que resultaria em forte aliança política.

E buscando uma analogia perfeitamente plausível, o PSDB de João Pessoa mostra unidade e força política com a indicação do deputado federal Ruy Carneiro a prefeito da Capital. Por sinal, o tucano tem uma boa base eleitoral nas plagas pessoenses. Agora resta saber se Tovar irá, de fato, encarar o pleito, ou desistirá pelo fato de não ter, pelo menos por enquanto, nomes políticos robustos ao seu lado que garantam uma disputa à prefeitura de Campina Grande de forma equânime.

O resto é pura especulação.

Eliabe Castor
PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Senha? Ronaldinho Cunha Lima revela saudosismo da disputa eleitoral em CG

Em recente postagem nas redes sociais, o ex-vice-prefeito de Campina Grande, Ronaldinho Cunha Lima (PSDB) movimentou o cenário político ao relatar sua saudade da campanha eleitoral, sobretudo da emoção de…

ALPB aprova reforma da previdência; veja como votou cada deputado

Em sessão remota, realizada nesta quarta-feira (12), a Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), aprovou por maioria de votos a Reforma da Previdência Estadual. O placar foi de 24 votos a…