Por Wellington Farias

Os políticos negacionistas têm, sim, uma enorme parcela de culpa pelo que a população brasileira está passando.

Desde o presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, até outras figuras menos relevantes que, como ele, desdenham dos pacientes agonizando sem ar, e até de famílias enlutadas, que perderam ente queridos para a Covid-19, é melhor por as barbas de molho…

Políticos que não usam máscaras, que saem às ruas aglomerando, que pregam contra a vacinação, poderão receber um sonoro nãaaaaooo, nas eleições futuras, sob a acusação de terem sido responsáveis indiretos pela contaminação e mortes de milhares de brasileiros.

O povo está vendo o preço alto que a população brasileira está pagando por conta, também, dessas atitudes irresponsáveis.

Vejam que a popularidade do presidente Jair Bolsonaro despencou assustadoramente, sobretudo depois que a situação da pandemia se agravou; quando os índices de contaminação e mortes aumentaram no rastro dos discursos negacionistas de Bolsonaro e seus aliados.

É possível, entretanto, que com o agravamento da situação, com este verdadeiro extermínio de parte da população, alguns políticos negacionistas mais espertos comecem a mudar de opinião dentro em pouco.

De cara corada
Deu na coluna de Lauro Jardim que o ministro da Saúde, o cardiologista paraibano Marcelo Queiroga, pretende percorrer hospitais para conferir as pessoas estão mesmo morrendo de Covid-19.

Esperamos que tenha sido um equivoco de Lauro Jardim. Porque, se for verdade, a Paraíba vai morrer de vergonha…

São José
Nem tudo foi tristeza para os paraibanos nesta sexta-feira (19), Dia de São José caíram chuvas relativamente fortes em vários municípios.

Para os agricultores, chover no Dia de São José significa que, este ano, as safras estarão garantidas porque haverá chuva suficiente para manter a lavoura bem produtiva.

Projeto Anticárie
Senadora Nilda Gondim (MDB) apresenta projeto que exige a inclusão de informações sobre riscos de cáries dentárias nos rótulos dos alimentos industrializados.

A proposta tem o objetivo de ajudar a melhorar a saúde bucal da população brasileira.

De acordo com o projeto, advertências sobre os problemas que as cáries podem causar à saúde devem constar nas embalagens, frascos e recipientes em local visível.

Por Wellington Farias

Notícias relacionadas

Michel Henrique nega ‘golpe’ em saída da presidência do PROS e vê movimento com “naturalidade”

Destituído do comando do PROS na Paraíba para dar lugar ao deputado estadual Eduardo Carneiro, Michel Henrique, ex-presidente da legenda no estado, viu o movimento com naturalidade e rechaçou a…

Privatização dos Correios: veja como votou a bancada da Paraíba

Na noite de ontem (20/4), a Câmara dos Deputados votou em caráter de urgência o projeto que facilita a privatização dos Correios. Foram 280 votos favoráveis, 165 contrários e 1…