A Paraíba o tempo todo  |

Opinião – O maior desafio de Cássio: ser o Ronaldo de Pedro

As mais recentes movimentações das peças no xadrez da política paraibana sugerem: o deputado federal Pedro Cunha Lima poderá ser o homem do PSDB para disputar o governo da Paraíba com o governador João Azevêdo e quem mais aparecer para o desafio previsto para 2022.

Se for coisa pra valer, ou se é blefe, ainda não se sabe, mas é o que os tucanos estão dizendo mediante a desistência do ex-prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, de ser o candidato das oposições na Paraíba.

Em Pedro sendo confirmado candidato, o seu pai, Cássio Cunha Lima, ex-quase-tudo na política da Paraíba, certamente terá como o maior desafio de sua trajetória de homem público ser para o filho o que o seu pai, o poeta Ronaldo Cunha Lima, foi para ele, o próprio Cássio.

Poucos políticos da Paraíba – talvez nenhum – tiveram tanta sorte na trajetória de homem público quanto Cássio. Afinal, realizou o sonho de qualquer político – governar o seu Estado – sem maiores esforços, apenas montado no prestígio e na decisão inarredável do pai: a de colocar o filhote sentadinho na cadeira de maior autoridade da Paraíba, como quem bota um bebê no cadeirão à mesa com a família.

Antes de presentear a cria com a cadeira de governador da Paraíba, Ronaldo já tinha feito de Cássio prefeito de Campina Grande, deputado federal constituinte com apenas 22 anos de idade.

E que missão!
Alguém aí tem dúvida de que Cássio Cunha Lima irá se virar nos trinta para eleger o filho Pedro? Claro que não.

Seja na vida privada, na política, ou qualquer outra atividade, o pai quer sempre o melhor para o filho; geralmente quer dar ao filho tudo aquilo que não teve. No caso de Cássio, dar à cria mais do que recebeu da vida é um desafio pouco provável de vencer.
Afinal, ser o Ronaldo de Pedro já é uma tarefa quase impossível…
Aguardemos.

BR 230
Em reunião da bancada da Paraíba no Congresso Nacional para definição das emendas ao Orçamento Geral da União para o exercício financeiro de 2022, a senadora Nilda Gondim (MDB) defendeu que seja priorizada a destinação de recursos federais para investimento na execução das obras de duplicação da BR-230, no trecho entre os municípios de Campina Grande, no Agreste da Borborema, e de Patos, no Sertão do Estado.

Realizado na quarta-feira (10), com a participação do governador da Paraíba, João Azevedo, do vice-prefeito de João Pessoa, Léo Bezerra, e de muitas outras autoridades políticas paraibanas, o encontro teve como ponto de pauta a destinação dos R$ 212,8 milhões a que os parlamentares da bancada da Paraíba terão direito de reivindicar conjuntamente no Projeto de Lei Orçamentária Anual da União para o próximo ano.

Segundo informações da assessoria da senadora, compondo a mesa principal do evento e falando em seu nome e em nome do senador Veneziano Vital do Rêgo, que não participou da reunião por estar em missão oficial do Senado no Exterior, Nilda Gondim classificou o encontrio como exemplo de compromisso com o atendimento das necessidades do povo paraibano, independentemente de posições políticas divergentes entre os membros da bancada da Paraíba na Câmara dos Deputados e no Senado Federal.

PUBLICIDADE

    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      1
      Compartilhe