A Paraíba o tempo todo  |

Opinião: Família unida jamais será vencida!

Quem apostou ou pensou num racha político em meio a família Cunha Lima, foi dormir, teve o sonho, acordou e viu que tudo continuava como antes. Parte da imprensa paraibana ensaiou essa ideia para ver se colava, outros infantis da imprensa, até acreditaram nessa meninice, estes últimos necessitam amadurecer no jornalismo. Crer que Romero Rodrigues, ex-prefeito de Campina Grande, por dois mandatos e atual Deputado Federal, pode ter voo solo a parte dos Cunha Lima, é pura infantilidade.

Já disse em outro artigo que o cabeça político da família Cunha Lima, continua sendo, o ex-governador e ex-senador, Cássio Cunha Lima, mesmo sem mandato. Romero Rodrigues tem lá seus méritos e valores, porém, não traz asas fortes suficientes para sobreviver politicamente sem o apoio dos Cunha Lima, se toma voo solo. Eu creio que, quase todos que fazem a política paraibana, estiveram propensos a pensar numa arrancada solo de Romero, como pré- candidato à prefeitura de Campina Grande, menos o veterano e atual governador da Paraíba, João Azevedo, que sempre alimentou uma outra alternativa.

Essa foto do Cássio, junto ao atual prefeito Bruno Cunha Lima, diz muito. Ela nos transmite uma mensagem de apoio sólido ao jovem Bruno. A mesma foi publicada na semana passada, em alguns portais paraibanos. Ela diz: Bruno, os Cunha Lima, estão contigo incondicionalmente. Romero ao ver essa foto, deve posicionar-se mais firmemente ao lado da família e deixar de lado a oscilação, declarando de uma vez por todas, seu alinhamento à família que o fez grande politicamente na “Rainha da Borborema”; caso contrário, sua indecisão poderá prejudicá-lo politicamente mais adiante.

Até 2012, quando nos deixou para sempre, era Ronaldo Cunha Lima o que trazia a última palavra no seio da família, hoje, o cacique é Cássio.

Em Campina Grande, os três impérios políticos são: Cunha Lima, Vital do Rego e os Ribeiros. Nenhum desses três, pode auto implodir-se, seria suicídio político. O que eles sempre fazem é unir-se entre si, quando é possível, com um objetivo maior. Romero Rodrigues, tomando voo solo a essa altura, em direção a postulação à Prefeitura de Campina Grande, se não implodisse, porém causaria graves danos à família Cunha Lima, politicamente.

Essa família, no momento, é a menos alinhada ao governo do estado. O Senador Veneziano, pelo cargo que ocupa, não pode desassociar-se totalmente do Governo do Estado, os Ribeiros, caminham como unha e carne, alinhados à João Azevedo. Tanto é que um dos seus membros “jovem” é vice-governador do estado. Na verdade, na política brasileira, o camaleão tem prestígio. Nisso a família Ribeiro não fica para trás. Em Brasília é “Centrão”; na Paraíba, está com João, que é Lula de corpo e alma.

Não me perguntes o que é centrão, pois é algo indefinido, podíamos dizer que é um grupo do vale tudo: verde, amarelo, vermelho, negro, etc…”É cuma lá diz”, assim diz o matuto. Vai saber lá o que. Finalizando, essa foto, veio acalmar os nervos do jovem prefeito, Bruno Cunha Lima, quanto ao apoio da família. A partir de agora, espero que o Romero, deixe de assanhar o ninho, pois o cacique já disse em que direção o batalhão, Cunha Lima, deve andar até o dia 6 de outubro de 2024 ”Com Bruno é a ordem”. O resto é conversa fiada!

 

Elcio Nunes
Cidadão Paraibano!


    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Total
      0
      Compartilhe