Por Wellington Farias

O vice-prefeito de João Pessoa, Leo Bezerra, seguramente é o político que mais tem gozado de prestígio na gestão de Cícero Lucena.

Esta é, pelo menos, é a impressão que se tem, daqui de fora dos muros do Paço Municipal.

Pelo espaço que está ocupando – tanto na gestão, quando no noticiário acerca das ações da Prefeitura – dá pra imaginar que, com o aval de Cícero, Leo está sendo amadurecido para projetos políticos mais ambiciosos.

Pode não ser nada disso, mas…
No noticiário distribuído pela Secom-JP, por exemplo, o espaço e o tratamento dispensados ao vice-prefeito é quase o equivalente ao de Cícero Lucena. Maior, algumas vezes.

Em todo o noticiário, que tenha a ver, ou não, com a vice-prefeitura, lá está cravada a opinião de Léo Bezerra.

E é melhor que seja assim, mesmo. Um vice-prefeito operante, afinado com a gestão, pronto para ocupar espaços e trabalhar, ao contrário de outras figuras meramente decorativas que só ganhavam salário (muito bom por sinal) e eram um zero à esquerda.

Covid em CG
Um Relatório de Pesquisa divulgado pelo professor Josenildo Brito, da UFCG, sobre os novos casos de covid-19 em Campina Grande, revela que nos últimos dias o município teve um aumento de 44% em novos contaminados pela pandemia.

Os dados rebatem o discurso e as medidas de contenção da doença adotadas pelo prefeito de Campina Grande, Bruno Cunha Lima (PSD) na cidade.

Até o próximo sábado (6), segundo a pesquisa, estima-se que Campina Grande deve chegar aos 21.334 casos, contabilizando 578 mortes. O projeto estuda dados obtidos através do site da Universidade Johns Hopkins (EUA) e do Ministério da Saúde e governos de PB e SP. Também conta com a colaboração do estudante Pedro Barbosa (UAEP/CCT).

Pela Vida
O início de março é tempo de uma marcha que reúne milhares de mulheres do campo desde 2010 na região de atuação do Polo da Borborema. É a tradicional Marcha pela Vida das Mulheres e pela Agroecologia. No ano passado, a 11ª edição aconteceu em Esperança e foi a última atividade que reuniu muita gente que o Polo e a AS-PTA realizaram. E este ano vai ter a Marcha?

Roselita Vitor, da coordenação do Polo – uma rede territorial de sindicatos rurais de 13 municípios, mais de 150 associações comunitárias e uma associação de produtores agroecológicos, a EcoBorborema, responde: “Vamos realizar a nossa Marcha de uma forma diferente das outras. Mas, mesmo nesta pandemia, nós temos a clareza de que não podemos nos calar e é preciso nos reinventar no cenário desafiador que estamos vivendo.

Live “Sem cuidado não há vida” – E, apesar da pandemia, no Dia Internacional das Mulheres, a Marcha vai acontecer pela internet. Em vez de caminhada, várias mulheres vão falar, dar seus depoimentos e tudo vai ser transmitido pelas redes sociais. A Live a começa às 16h e pode ser vista pelos canais do Youtube e Facebook do Polo da Borborema e da AS-PTA.

O canal no Instagram da Marcha foi lançado na semana passada e já tem vários depoimentos de agricultoras, jovens e lideranças sobre a importância da Marcha na vida delas.

Por Wellington Farias

Notícias relacionadas

Ao lado de Aguinaldo, prefeito pede a ministro recursos para Saúde de São José de Espinharas

Neste sábado (17) o Prefeito de São José de Espinharas, Netto Gomes (Progressistas), participou juntamente com o deputado federal e líder da Maioria no Congresso, Aguinaldo Ribeiro (Progressistas) da visita…

Estados liderados por bolsonaristas encabeçam mortes por covid-19; veja posição da Paraíba

Um estudo feito pela unidade de inteligência do portal Congresso em Foco mostra que os estados que mais votaram em Jair Bolsonaro no primeiro turno das eleições presidenciais de 2018…