A Paraíba o tempo todo  |

Opinião: A quem interessa o racha no PT e quem seria o pomo da discórdia?

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

As divergências internas são uma tradição no Partido dos Trabalhadores.

Quase sem exceções, no entanto, as motivações das discórdias que aconteceram convergiam para interesses intramuros, ao contrário do que ocorre hoje no PT da Paraíba, velho de guerra, em que o foco da discussão atende a ambições mais de fora do que de dentro do partido.

Também é histórico o fato de que, após cada divergência, juntava-se os cacos eventuais para se recompor em torno da unidade partidária. Historicamente, portanto, os “inimigos do PT” estavam fora do chamado campo progressista, das esquerdas etc e tal.

Hoje, curiosamente, tudo leva a crer que após as escaramuças internas, o PT na Paraíba continuará dividido, de modo que começa a surgir o PT do PT e o PT de mais alguém.

Além disso, para alguns o inimigo do partido da estrela solitária está no campo progressista, nas esquerdas, e não no território que vai do centro-direita até bolsonaristas confessos.
A pergunta é: o (ou os?) pomo da discórdia já combinou com os russos, como diria o ingênuo (e genial) Mané Garrincha? Combinaram com os eleitores?

Alguém procurou saber o que o eleitorado petista está achando dessa tentativa de arrastar o partido para a raia da direita que admite sentar-se à mesa com o bolsonarismo?

Vice
Deu a gota!
O presidente da Assembleia Legislativa, Adriano Galdino, fincou pé e está impondo o seu tamanho no cenário da política local.

De acordo com notícia do PBAgora, Galdino disse, com todas as letras de todos os alfabetos, que se não for aceito como candidato a vice-governador na chapa de João Azevêdo, terá de ser convencido de outro nome, “para não ficar magoado…”
Para bom entendedor, um quarto de palavras já chega…

João
Ainda bem que o governador João Azevêdo subscreveu a nota subscrita por mais doze governadores brasileiros oferecendo solidariedade ao Supremo Tribunal Federal, neste instante de insultos a um dos pilares do estado democrático de direito, que é a justiça.
Seria péssimo para a Paraíba que o seu governante silenciasse fade às ameaças que o STF vem sofrendo do bolsonarismo.

Camaleões
A ascensão do bolsonarismo ao poder revelou muitas surpresas.

Uma das mais desagradáveis: muita gente, dentre ela jornalistas e artistas que posavam de progressistas, na verdade eram lobos maus em pele de cordeiro.

O que tem dessa gente torcendo para que o Brasil se lasque num regime totalitário, não está escrito.

É provável que muitos deles estejam com rojões e foguetões comprados pensando em soltá-los quando a tropa, por ordem de Bolsonaro, for pra cima da Constituição e tocar fogo no dia 7 de setembro.

Vão é quebrar a cara.
Vai tudo preso.
Quem viver, verá…

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      8
      Compartilhe