Plenário do Senado Federal durante sessão deliberativa ordinária.Em pronunciamento, à bancada, senador Veneziano Vital do Rêgo (PSB-PB). À esquerda,Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

Membro da Comissão de Educação (CE) do Senado Federal, o Senador Veneziano Vital do Rêgo (PSB-PB) rechaçou a decisão do presidente da República, Jair Bolsonaro, de enviar ao Congresso Nacional o Projeto de Lei N° 18, DE 2019, que estabelece remanejamento de recursos, retirando da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) quase R$ 2,3 milhões em verbas para seu custeio. Veneziano lamenta que, mais uma vez, o presidente Bolsonaro mostre seu descompromisso com a educação pública, fazendo esse remanejamento de verbas para atender emendas de parlamentares.

“Hoje pela manhã os meios de comunicação do país trouxeram que o presidente Jair Bolsonaro fez um remanejamento orçamentário de R$ 3 bilhões, sendo que R$ 2 bilhões foram utilizados para pagamentos de emendas parlamentares. R$ 1 bilhão desses recursos remanejados foram retirados do Ministério da Educação. Ou seja, além dos bloqueios e contingenciamentos para com as universidades, Institutos Federais, etc, tivemos esse prejuízo a mais e que esses (prejuízos) serão mais impostos ao Nordeste. No nosso caso, aqui em Campina, mais de R$ 2,2 milhões foram retirados da UFCG, além de R$ 13 milhões que estavam alocados para o centro de Convenções de Campina Grande”, disse Veneziano. Veja o depoimento completo: https://youtu.be/B6eu0JWBGTg

Como defensor do ensino público gratuito e de qualidade, Veneziano repudiou a atitude e disse que o governo do presidente Jair Bolsonaro deveria rever esse posicionamento nocivo e fortalecer as universidades federais, destinando mais recursos para o ensino, a pesquisa e a extensão.

Ao lembrar que foi contra a Emenda Constitucional 95, que limitou recursos para áreas como Saúde e Educação, Veneziano garantiu continuar na defesa de uma formação superior de qualidade e um ensino capaz de tornar o Brasil uma referência na América.

Assessoria de Imprensa

Total
4
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Senado vota brecha para aumentar dinheiro público em campanha

Os senadores devem votar nesta semana uma proposta que abre brecha para o aumento do fundo eleitoral, que financia as campanhas políticas. Para valer nas eleições municipais de 2020, o…

“De minha parte não vou colocar nenhuma lenha na fogueira”, disse Veneziano sobre crise no PSB

Ainda sobre a entrevista do senador Veneziano Vital do Rêgo ontem (12), numa emissora da capital, quando questionado sobre a crise interna no PSB, o socialista adotou a medida do…