O presidente do Tribunal de Contas do Estado, conselheiro Nominando Diniz, declarou na manhã desta terça-feira (3) que toda a instituição está confiante na palavra do governador José Maranhão (PMDB) no sentido de revogar definitivamente a lei que criou o Tribunal de Contas dos Municípios, polêmica gerada no governo Cássio.

“Estamos confiantes de que o novo governador Maranhão vai manter a palavra de revogar o TCM como fez na época do debate, dizendo inclusive que se ele fosse instalado iria torná-lo sem efeito quando assumisse”, declarou Diniz.

A emendas constuticional revogando o TCM, criado em 1994, já está tramitando na Assembléia Legislativa. O presidente da Casa, Arthur Cunha Lima (PSDB), declarou que iria providenciar a votação da emenda assim que a Casa retomasse os trabalhos.

A bancada ligada a Cássio, no entanto, passou a denunciar que a bancada de Maranhão, antes contrária à instalação do TCM, estava fazendo “corpo mole” ante à proposta de revogação do novo Tribunal, com intuito de fazer com que as nomeações dos novos conselheiros passasem pelas mãos do novo governo.

PB Agora

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Pós-folia os pré-candidatos paraibanos devem focar nos prazos eleitorais e convenções

Como se diz “Tudo no Brasil, começa após o carnaval”, essa máxima também é levada a política, onde os pré-candidatos nas eleições devem dar o start oficial as suas pretensões…

Veneziano repudia atitude de Bolsonaro convocando para ato contra o Congresso

O senador Veneziano Vital do Rêgo (PSB-PB) repudiou nesta quarta-feira (26) a atitude do presidente da República, Jair Bolsonaro, de convocar a população para um ato contra o Congresso Nacional…