O que tem em comum os deputados federais Julian Lemos (PSL-PB) – ex-vice-líder – e Joice Hasselmann (PSL-SP) – ex-líder do governo no Congresso, além de serem da mesma sigla?  A resposta é ambos, acusaram que os filhos do presidente da República Jair Bolsonaro (PSL) têm assessores pagos com dinheiro público que orquestram ataques pelas redes sociais a quem desagrada à família Bolsonaro. Em resposta ontem (22), o senador Flávio Bolsonaro (PSL), filho mais velho do presidente Jair Bolsonaro, respondeu as criticas destacando que existem na Paraíba filiados que não estão alinhados com as orientações do Planalto, num recado indireto a Julian.

Em entrevista a rádio Jovem Pan de São Paulo – ao programa ‘Os Pingos nos Is’ – Julian Lemos acusou um assessor de Bolsonaro, que ele identificou como Tércio Arnaud, de comandar uma milícia digital para fazer “ataques simultâneos” em páginas de Facebook contra quem o grupo identifica como inimigo. “No momento oportuno irei provar”, assegurou.

Já a noite, na TV Cultura, Joice Hasselmann também falou da existência de uma milícia digital para atacar desafetos do Clã Bolsonaro. De acordo com a deputada, os ataques contra ela vieram de “Perfis que estão nas mãos de assessores dos meninos (os filhos de Bolsonaro)”. E confirmou: “Você tem assessor de deputado pago por dinheiro público fazendo memes e ataques virulentos”.

Em resposta, Flávio Bolsonaro disse ontem (22): “O momento agora é esperar a poeira baixar, não tomar medidas precipitadas e dizer qual vai ser o futuro. O mais importante é que todos do PSL continuam com discurso uníssono, que é votar a favor das propostas do governo Bolsonaro”, contou.

O filho mais velho do presidente Jair Bolsonaro ainda mandou um recado para correligionários paraibanos. “Alguns representantes na Paraíba não estão 100% alinhados com as orientações que deveriam prevalecer”, pontou.

Perguntado se o recado seria para Julian Lemos, deputado estadual paraibano com que os filhos de Jair têm trocado farpas, Flávio desconversou. “O tempo vai dizer o que vai acontecer. Não quero dizer nomes, polemizar, estou preferindo ficar em stand-by esperando orientações do presidente”.

Redação

Total
2
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Assembleia Legislativa debate investimentos da LOA na Saúde

Assembleia debate investimentos da LOA na Saúde, no Desenvolvimento Humano e na Diversidade A Comissão de Acompanhamento e Controle da Execução Orçamentária da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) realizou, nesta…

Especialista revela como partidos podem aumentar interesse de jovens pela política

Que é de suma importância à renovação política no Brasil, todos brasileiros já concordam. Entretanto, quando tratamos do assunto, devemos nos basear em uma premissa fundamental para que se efetive…