Por pbagora.com.br

O ex-senador Ney Suassuna (foto) comunicou nesta terça-feira (29), ao 1.º vice-presidente da Comissão Executiva Estadual do PMDB, Haroldo Coutinho de Lucena, que não mais permanecerá no partido. Ele alegou “não sentir segurança no apoio à sua eventual candidatura ao Senado nas eleições do próximo ano”.

Ney voltou a lamentar o fato de ter que deixar o partido, ao qual se dedicou durante toda a sua vida pública. Porém, disse ter sido a melhor decisão política a ser tomada neste momento, diante da atual realidade política paraibana.

Ao mesmo tempo, Ney Suassuna afirmou que deverá decidir sobre sua nova opção partidária até a próxima sexta-feira (2), quando estará em João Pessoa fazendo um comunicado oficial à imprensa. “Recebemos convites de várias legendas, dentre elas, o PP e o PTB, o que muito nos gratifica. Mas estou estudando e até a sexta-feira decidirei por qual partido devo me candidatar no ano que vem, a Senador ou a outro cargo majoritário”, disse Ney.

Assessoria

Notícias relacionadas

Bruno publica nessa sexta decreto mais restritivo em Campina Grande

Prefeito de Campina Grande diz que Município se mantém alerta para avançar e recuar no enfrentamento à doença, a depender da curva viral O prefeito Bruno Cunha Lima reuniu, nesta…

Bruno Farias evita debater 2022, mas diz que não faz objeção a nome de Efraim para o Senado

O vereador Bruno Farias (Cidadania), presidente da sigla em João Pessoa, declarou na tarde desta quinta-feira durante entrevista à TV Arapuan, que os debates a respeito da formação da chapa…