Nesta quarta-feira (18), o responsável pela defesa judicial do ex-governador Ricardo Coutinho (PSB), o advogado Eduardo Cavalcanti confirmou que ele está na Turquia e que já adotou as medidas necessárias para retornar à Paraíba.

De acordo com o jurista, Ricardo pretende retornar ao Brasil para prestar informações relacionadas ao seu mandado de prisão no âmbito da Operação Calvário.

Cavalcanti explicou que informações repassadas a ele dão conta de que o ex-governador está na Turquia providenciando a antecipação de retorno à Paraíba, no entanto, ainda não sabe precisar a data de seu desembarque. “Será breve porque há um interesse nele de esclarecer sua versão dos fatos e tem que levar em consideração também que essa época do ano é difícil reagendar uma viagem, conseguir comprar passagens. É um pais distante, não tem voo direto, mas isso tudo está sendo visto”, declarou durante entrevista à emissora de rádio de João Pessoa.

Ainda durante a entrevista, Eduardo Cavalcanti disse que a notícia de mandado de prisão contra Ricardo foi visto com muita surpresa e que o ex-governador não pode ser dado como foragido porque não havia, quando viajou, nenhuma medida referente à restrição de sua liberdade. ““Não diria arbitrário, mas diria surpreendente, o governador não está foragido, tem endereço certo, conhecido, todas as pessoa que se interessam pelo avançar dessa operação, ele nunca se escondeu”, explicou.

 

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

João exalta parceria com prefeituras: “O nosso partido hoje é contra o coronavírus”

Nesta sexta-feira, dia 05, o governador João Azevêdo exaltou a parceria entre o governo do Estado e algumas prefeituras paraibanas, mesmo aquelas que não possuem o mesmo posicionamento político, com…

Covid-19: prefeito Zenóbio Toscano segue internado e quadro de saúde é estável

Afastado da prefeitura de Guarabira desde o mês de maio de 2019 para se recuperar de um Acidente Vascular Cerebral Isquêmico (AVCI), o prefeito Zenóbio Toscano (PSDB) segue internado, após…