Por pbagora.com.br

Juiz entende que Nadja tem interesse no processo e é ouvida por quase 4h apenas como declarante

Após quase quatro horas de depoimento a ex-vereadora Nadja Palitot, foi ouvida pelo juiz Aluízio Bezerra, da 64º Zona Eleitoral da Capital, não mais como testemunha arrolada pelo deputado Guilherme Almeida (PSB), mas sim, como declarante, uma vez que, Aluízio entendeu que a suplente tem interesse direto no resultado da ação.

Assim como adiantado, em primeira mão pelo portal PB Agora, a ex-vereadora apresentou, em depoimento, uma antiga matéria veiculada no Jornal O Norte, do ano de 2001, o que classificou de “bomba”. A matéria se trata de denúncia semelhante a atual, indicando que o atual prefeito Ricardo, na época, deputado estadual pelo PT também teria fraudado uma ata.

Segundo a matéria de O Norte, durante convenção do PT, o ex-deputado estadual Ricardo Coutinho foi alvo de uma acusação inusitada: teria fraudado documentos do partido, para tirar proveito dos conflitos internos entre as várias correntes do partido.

Para a ex-vereadora e suplente de deputado, não houve nenhuma surpresa em notícia recente, dando conta de que a direção estadual do PSB teria fraudado uma ata, de forma que prejudicasse as intenções de Guilherme Almeida assumir a Secretaria de Interiorização do Estado, diante dos antecedentes na vida pública de Ricardo Coutinho, seu desafeto pessoal.

A matéria apresentada pela suplente não foi anexada, ainda, ao processo, mas será anexada aos autos, apenas no final do processo.

Ainda na tarde de hoje (20), serão ouvidos Beto Franca, Alexandre Arruda e Ednaldo Alves.
Após a oitiva, Nadja saiu tranqüila, falou com a imprensa e disse que não se chateou com a decisão do juiz, que a retirou do processo como testemunha e a colocou como declarante. A vereadora ratificou que está de posse de todas as provas e que deporá, em favor do deputado Guilherme, quantas vezes for necessário.

Leia Também:

Audiência de Nadja Palitot começa às 9 horas e suplente promete revelar “bomba” contra Ricardo Coutinho

Secretário Geral do PSB garante ser falsa a ata que impõe restrições a cargo de Guilherme no Governo

Rosas defende aliança e diz: Guilherme perde mandato se deixar o partido
 

 PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Presidente do Podemos em Bayeux protocola pedido de CPI contra Luciene

O presidente do Podemos da cidade de Bayeux, Ary Júnior, protocolou no final da manhã desta quinta-feira, dia 29, um pedido de CPI e que também solicita o afastamento imediato…

Vice de Bolinha culpa desorganização da PMCG por indeferimento do registro

A candidata a vice-prefeita de Campina Grande na chapa de Artur Bolinha (PSL), Annelise Meneguesso (PSL), culpou, durante entrevista à Rádio Caturité FM nesta quarta-feira (28), a Secretaria de Saúde…