Por pbagora.com.br

A vereadora Raíssa Lacerda (PSD) denunciou na tribuna da Câmara Municipal, a falta de médicos nas Unidades de Saúde da Família (USF) de João Pessoa.

A vereadora disse que visitou vários bairros e comunidades no final de semana e constatou a ausência desses profissionais em locais como o Cangote do Urubu (Cristo Redentor), Bola na Rede e Cabral Batista (Bairro dos Novais), Porto do Capim (Varadouro), Padre Hildo Bandeira (Torre), Bairro São José e Bairro das Indústrias, onde visitou dois assentamentos.

“Fui até o Róger e para minha surpresa vi que estava faltando médico no PSF há seis meses”, contou.

A parlamentar disse que, durante as visitas, verificou também a falta de medicamentos. “Tá faltando até dipirona, que custa R$ 2 reais”, acusou.

Ela ainda pontuou que desde 2016 vem apontando os problemas na área da saúde, mesmo quando era da base governista.

“Então ninguém pode dizer que eu mudei meu discurso, sempre reclamei quando aliada e, agora, continuo no meu perfil”, disse Raíssa.

O vereador Marcos Henriques reforçou a denúncia de Raíssa, cobrou providências urgentes e lembrou que a oposição visitou alguns PSFs e constatou a falta de medicamentos.

O líder do governo, Milanez Neto, confirmou a falta de 15 médicos no município, de acordo com informações da Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

PB Agora

 

 


Garanta um desconto especial na sua certificação digital no Juristas Certificados Digitais

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Após RC, agora é Márcia Lucena que tenta se livrar de tornozeleira eletrônica

Após o ministro Gilmar Mendes, do STF, determinar a retirada da tornozeleira eletrônica do ex-governador Ricardo Coutinho, agora é a prefeita da cidade de Conde, Márcia Lucena que tenta ficar…

Calvário: irmão de RC também tenta se livrar de tornozeleira

Não é apenas a prefeita de Conde, Márcia Lucena (PSB), que tenta alcançar o mesmo benefício conquistado por Ricardo Coutinho (PSB) para se livrar da tornozeleira eletrônica. Coriolano Coutinho, irmão…