Desde o ano passado, com a onda de reajustes salariais nas diversas Câmaras Municipais existentes na Paraíba, fez o portal fazer uma busca no mundo, para checar como são os privilégios dos parlamentares mirins pelo globo e comparar com o custo-benefício dos paraibanos.

Em Nova York (EUA), um vereador recebe o equivalente a R$ 16 mil, ou sete vezes a remuneração de um assalariado médio. Na Câmara novaiorquina há 51 vereadores e, detalhe, não há a exigência de dedicação exclusiva.

 

Na Europa também é comum o pagamento de salário a vereadores. Em Paris e Londres, a remuneração varia de acordo com a a´rea em que o vereador atua, mas fica próxima ao salário médio de um francês, na casa dos R$ 5 mil.

 

Em Estocolmo, na Suécia, um vereador ganha uma ajuda de custo de cerca de R$ 350,00, o que representa 5% da renda mensal de um assalariado. Este valor pode subir a quase R$ 800,00 se o vereador fizer parte de um comitê. Apenas na cidade do México os vereadores não recebem salários. Lá, o mandato é de três anos, de forma honorária. E sem nenhum tipo de remuneração.

 

Como é na Paraíba – A Capital tem o maior número de vereadores: 27, seguida de Campina Grande, com 23, em ambas o trabalho é de terça a quinta. Há municípios onde as câmaras passam até seis meses em recesso por ano. Isso significa que são realizadas entre seis e 12 sessões a cada seis meses.

 

Na cidade de Patos, são apenas dois dias de sessão por semana, às terças e quintas, entre 18h e 20h, para salários de R$ 10 mil por mês. A Câmara Municipal de Patos disponibiliza R$ 175 mil por mês para pagar aos vereadores. Ao todo, são R$ 2,27 mil por ano somente com os salários dos vereadores em Patos.

Os vereadores têm salários considerados elevados, gozam de férias duas vezes por ano. Em muitos municípios, são férias que variam entre quatro e seis meses. Além de agirem como autoridades, têm direito a assessores, telefones fixos e celulares, gabinetes com ar condicionado, cafezinho (alguns com leite), suco e água, carros alugados, combustível e diárias. É bom frisar que nem todas as câmaras sustentam tais privilégios.

Em Santa Rita, na Grande João Pessoa, os 19 vereadores recebem salários de R$ 10 mil. Por mês, os salários dos vereadores de Santa Rita consomem R$ 195 mil dos cofres público, totalizando R$ 2,53 milhões por ano. Eles trabalham dois dias por semana.

Redação

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

2020: deputado aliado de João defende a unificação da oposição em CG

Pré candidato a prefeito de Campina Grande, o deputado estadual Inácio Falcão (PCdoB), defendeu, nesse fim de semana, a unificação da oposição para enfrentar o candidato a ser apresentado pelo…

RC reage a abordagem sobre Calvário e defende direito do MP investigar; vídeo

Na manhã desta segunda-feira (23), no momento em que chegava a uma universidade particular de João Pessoa, para proferir uma palestra, o ex-governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB) foi interpelado…