Por pbagora.com.br

“Notícia alvissareira”. Foi assim que o governador Ricardo Coutinho (PSB) comemorou a decisão da ministra Carmen Lúcia, do Supremo Tribunal Federal, de suspender a liminar expedida por um desembargador, que suspendia a licitação do eixo norte da transposição e que acabou prejudicando a retomada das obras da transposição do Rio São Francisco.

O governador disse que conversou por algumas horas, ainda no final da manhã de hoje com o ministro da Integração, Helder Barbalho, e recebeu dele a garantia de que, ainda nesta tarde, seriam assinadas as ordens de serviço para que a execução da obra tivesse continuidade.

Esse eixo da transposição é o que vai contemplar pelo menos 13 municípios do Sertão da Paraíba que estão em situação de emergência. Desses, conforme o governador, apenas um ainda tem a capacidade de volume de água. Os demais estão em colapso.

“Estivemos semana passada com a ministra Carmem Lúcia, eu e mais os governadores de estados vizinhos, tivemos uma conversa produtiva com a presidente do STF, estava também a ministra Grace e o ministro Helder Barbalho e a nós a ministra disse que nesta semana daria o resultado. O resultado foi positivo, ela suspendeu a liminar de um desembargador federal, que havia suspendido a licitação já na sua fase final e hoje o Ministério da Integração me confirmou que assina a ordem de serviço para que a gente possa dar a essa obra o caráter imediato, urgente, urgentíssimo, porque falta apenas um trecho, que é justamente o objeto da licitação liberado hoje pelo STF”, disse.

E continou: “Nós vamos ter a oportunidade, através do Ministério da Integração de concluir esse eixo e fazer com que as águas do Rio São Francisco também possam chegar a região de Cajazeiras, ao Sertão do Rio Grande do Norte e até a região metropolitana de Fortaleza que está em estado profundamente preocupante. No caso da Paraíba, das 13 cidades que receberão essas águas, 12 delas estão em regime de racionamento ou então de colapso. Apenas o açude de São Gonçalo, na região, tem uma capacidade maior. Todos os demais estão com problemas”.

O governador espera que, daqui, no máximo, a oito meses, a Paraíba esteja com condição de ver as águas do Velho Chico chegarem ao Alto Sertão do Estado para matar a sede de milhares de pessoas.

“Essa é uma noticias alvissareira, importante, e eu espero que nós tenhamos daqui uns oito meses a capacidade e a condição de vermos as águas sagradas do Velho Chico chegarem a região do alto sertão da Paraíba e daí resolver o problema de várias cidades, compondo um mosaico estimulante”, destacou.

Ainda segundo o governador, com a obra, a Paraíba se tornará o Estado do Nordeste com a melhor distribuição das Águas do Rio São Francisco.

 

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Mega sena sorteia prêmio de R$ 6,5 milhões neste sábado

Ninguém acertou os seis números do concurso 2.286 da Mega-Sena sorteados na última quarta-feira (5) na cidade de São Paulo. O prêmio estimado para o próximo concurso que acontece neste…

Mais prazo: Romero pode deixar só para dia 15 definição sobre escolha em CG

Nem 07 nem 10. Deve ficar para o dia 15 de agosto a definição do prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSD), sobre a escolha do nome do grupo que…