Por pbagora.com.br

A ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, internada na madrugada de terça (19) no hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, recebeu alta hospitalar pouco depois das 11h desta quarta-feira (20) e deixará o hospital às 13h30, segundo nota divulgada pela assessoria de imprensa.

 

De acordo com o hospital, a ministra deve retomar suas atividades normais em Brasília (veja a íntegra da nota abaixo).

 

A ministra deve dar uma declaração à imprensa antes de deixar o hospital.

 

Em Pequim, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que está em viagem oficial à Ásia, disse ter conversado por telefone com o médico pessoal da ministra, o cardiologista Roberto Kalil, e ter recebido a notícia de que ela está bem. “Já tinha passado as dores, era uma reação à quimioterapia”, disse o presidente.

 

Internação

Dilma foi internada em razão de dores nas pernas decorrentes do tratamento para combater um câncer no sistema linfático.

 

Boletim médico divulgado na terça-feira (19) informou que Dilma Rousseff “encontra-se estável com o uso de medicação analgésica”.
 

As dores que levaram à internação da ministra começaram na segunda (18), em Brasília, enquanto ela trabalhava.

 

Segundo informou o “Jornal Hoje”, a ministra teve dores “lancinantes e teve de ser medicada com analgésicos derivados de morfina. Exames de sangue tiveram resultados normais.

 

O comunicado do hospital informou que as dores foram motivadas por um quadro de “miopatia”. Segundo a assessoria do Sírio-Libanês, trata-se de uma inflamação muscular decorrente do tratamento de quimioterapia.
 

Ao chegar ao hospital, Dilma foi submetida a uma ressonância magnética. Um boletim médico divulgado às 3h36 informou que o resultado do exame “mostrou-se dentro da normalidade”.

 

A ministra está tratando um linfoma, um câncer no sistema linfático, e realizou, até o momento, duas sessões de quimioterapia.

 

A assessoria de imprensa da Casa Civil informou que eventos externos com a presença da ministra foram cancelados até o final da semana.

 

Boletim

“BOLETIM MÉDICO

A Sra. Ministra da Casa Civil Dilma Rousseff apresenta melhora do quadro de dor muscular com o qual foi internada em 19 de maio e deverá retornar às suas atividades normais em Brasília.

Ela recebeu alta hospitalar e deixará o Hospital Sírio-Libanês às 13h30.

Dr. Antônio Carlos Onofre de Lira

Diretor Técnico Hospitalar

 

Dr. Riad Younes
Diretor Clínico”

 

 

G1

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Wallber diz que JP vai derrotar Lula e RC pela segunda vez

O candidato a prefeito de João Pessoa, Wallber Virgolino (Patriota) declarou nesta quinta-feira (29) que as urnas da Capital vai derrotar pela segunda vez o esquema do ex-presidente Lula e…

Lula e Ciro se reúnem, selam a paz e podem caminhar juntos em 2022

O jornal O Globo divulgou nesta quinta-feira, 29, que o ex-presidente Lula e Ciro Gomes estiveram reunidos no início de setembro, no Instituto Lula onde teriam selado a paz. A conversa, segundo o jornal, teria…