Na manhã desta terça-feira (11), a ministra no Superior Tribunal de Justiça (STJ), Laurita Vaz, despachou nos autos relativos à prisão do ex-governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB). Réus da Operação Calvário pediram a extensão da liminar do ministro Napoleão Nunes Maia, que permitiu a soltura de Ricardo Coutinho, dois dias após sua prisão.

A decisão do ministro Napoleão sobre a soltura de RC, beneficiou também o  advogado Francisco das Chagas Ferreira, a prefeita Márcia Lucena, a ex-secretária Cláudia Veras e  David Clemente.

Além do ex-secretário Waldson Dias de Souza, pediram extensão da liminar Gilberto Carneiro da Gama, Bruno Miguel Teixeira de Avelar Pereira Caldas, Coriolano Coutinho, José Arthur Viana Teixeira, Vladimir dos Santos Neiva e Marcio Nogueira Vignoli.

 

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Romero elenca qualidades que pré-candidato deve ter para ter seu apoio

Em entrevista a imprensa campinense o prefeito campinense, Romero Rodrigues (PSD), elencou qualidade que considera fundamentais para que um pré-candidato a prefeito de Campina deve ter para obter seu apoio…

PATOS: arquivamento pode não alterar afastamento de Dinaldinho

Após o Ministério Público decidir pelo arquivamento da ação Civil movida contra Dinaldinho (PSDB), prefeito de Patos afastado do posto no âmbito da Operação Cidade Luz – que investigou a…