Por pbagora.com.br

O É da Coisa, programa radiofônico ancorado pelo jornalista Reinaldo Azevêdo, na Band News, exibido ontem, quinta-feira (24), foi recheado de críticas contra um político paraibano. Dessa vez o alvo foi o senador Cássio Cunha Lima, do PSDB. Segundo o comunicador, de modo irresponsável o tucano pediu a cabeça do presidente da Petrobrás, Pedro Parente.

Durante o comentário, o jornalista lembrou que Cássio também foi demitido pela Justiça Eleitoral, quando teve o mandato cassado. 

Segundo Azevêdo, Cássio sequer tem moral para cobrar algo diante do histórico que carrega na bagagem.

É uma pena que não se pode demitir um senador por falar besteira, porque ele é que seria demitido. Ele não aprendeu nada com a experiência de ter sido cassado. A pessoa que menos deveria demonizar o outro é Càssio, disparou.

O senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB), em entrevista á Rádio Bandeirantes, defendeu nada menos do que a demissão de Pedro Parente, presidente da Petrobras, que vem a ser o homem que a recuperou dos escombros.  O tucano acha que ele não é bom o bastante para comandar a estatal.

Quem estava torcendo por isso era a BRF. O mercado apostou que Parente deixaria a Petrobras, o que apressaria a sua ida, então, para a BRF, e isso fez os papeis dessa empresa disparar, com valorização de 6,4%. A reação se deve á seriedade do trabalho de Parente. E, tudo indica, por isso, Cunha Lima o quer fora da estatal.

Deve achar que esse traço de caráter não compõe o perfil ideal para administrá-la, arremtou.

Azevêdo também escreveu sobre o tema. Clique aqui e veja a coluna

OUÇA

 

 

PB Agora

Notícias relacionadas

Prefeitos ingressam no Cidadania e anunciam apoio à reeleição de João Azevêdo

Os prefeitos de São Vicente do Seridó, Erivam de Biu (PSD), e de Riacho de Santo Antônio, Gilson Gonçalves (Pros), anunciaram nesta terça-feira (11), suas filiações ao Cidadania e o…

Câmara da Capital aprova uma realocação de ações e orçamentária na PMJP

Na manhã desta terça-feira (11), a Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) aprovou a realocação de ações e saldos em diversos órgãos da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP). Ainda…