Por pbagora.com.br

A mudança de comando na presidência da Câmara Municipal de Campina Grande (CMCG) em nada alterou o andamento do trabalho legislativo. Pelo menos é essa a percepção do vereador Olímpio Oliveira (PSL), que fez um protesto, durante sessão, sobre a falta de desdobramentos nas proposituras aprovadas na Casa.

Olímpio aponta, por exemplo, um projeto de sua autoria – assegurando a gratuidade do IPTU para “um número exíguo, pequeno, de viúvas pobres” – que está aprovado desde 2018, mas ainda não virou lei devido à falta de publicação.

““As coisas ficam na enrolação. Esta Câmara dorme nas suas atribuições. E este é um poder caro para o povo de Campina Grande. A gente não pode estar brincando de fazer e aprovar projetos. Temos que ter resultados para a população”, reclamou.

 

PB Agora

 

Notícias relacionadas

Bruno Farias evita debater 2022, mas diz que não faz objeção a nome de Efraim para o Senado

O vereador Bruno Farias (Cidadania), presidente da sigla em João Pessoa, declarou na tarde desta quinta-feira durante entrevista à TV Arapuan, que os debates a respeito da formação da chapa…

Opinião: na PB, uma terceira via política quase nunca existiu, e a história conta

A história da Paraíba sempre foi acompanhada por eventos políticos, confrontos violentos. Assassinatos históricos. Tratados de paz e embates bélicos travados, por exemplo, entre franceses e portugueses. Tabajaras e potiguaras.…