Por pbagora.com.br

Após sofrer uma rasteira, e ver a executiva nacional do PT tentar cancelar a homologação da sua candidatura e anunciar apoio a Ricardo Coutinho na disputa pele Prefeitura de  João Pessoa, o deputado estadual Anísio Maia declarou durante entrevista nesta quinta-feira (17) que mantém sua candidatura a prefeito da Capital e que não retira a postulação nem se o ex-presidente Lula solicitar.

“Companheiro Lula, já estivemos juntos em várias lutas, mas me peça tudo, menos a minha dignidade”, sentenciou em entrevista à Rádio Arapuan FM.

Anísio taxou ainda de violência os atos que a legenda vem sofrendo desde essa quarta-feira (16) quando RC se lançou pré-candidato.

“Nós estamos sentindo que nossa legenda está sendo submetida a uma violência. Existe a possibilidade de nos roubar a legenda. A nossa candidatura foi definida num processo democrático, participativo, aberto, as claras e agora vem essa decisão autoritária do Diretório Nacional” disse.

O petista ressaltou ainda que não estranha tal posicionamento vindo do ex-governador Ricardo Coutinho.

“Partindo de quem partiu nós já esperávamos e sabemos como essa pessoa gosta de trabalhar. O diretório municipal de João Pessoa já convidou várias vezes essa pessoa para debater o processo eleitoral. Ele continua desagregando as forças da esquerda” pontuou.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Visitas e encontros, marcam a agenda dos candidatos e da candidata a prefeito de Campina Grande nesta terça

Visitas, encontros, entrevistas e gravação para o guia eleitoral marcam a agenda dos candidatos e da candidata a prefeito de Campina Grande nesta terça-feira (27). Confira a agenda dos seis…

Judicialização da candidatura de Anísio não deve atrapalhar planos do PCdoB/JP

O presidente do diretório do PCdoB em João Pessoa, Joanildo Cavalcante, comentou, nesta segunda-feira (26), em entrevista à emissora de rádio da Capital, a respeito da judicialização do processo eleitoral…