O impasse continua. O governador José Maranhão (PMDB) reafirmou na noite desta sexta-feira (27) a pretensão de nomear o deputado Guilherme Almeida (PSB) para a Secretaria de Interiorização do Governo, atitude que vem provocando protestos por parte do prefeito Ricardo Coutinho (PSB) que quer evitar a posse da suplente de deputada Nadja Palitot (PSB) na Assembléia Legislativa, mas não marcou data para posse.

Maranhão esteve reunido com Guilherme e o prefeito Veneziano Vital do Rego (PMDB) tratanto do assunto na Granja Santana durante boa parte da tarde e da noite. Para o deputado, Maranhão disse que estava mantido o convite, mas que iria nomear primeiro Francisco de Assis Costa como adjunto da Pasta a fim de que a Secretaria possa ser reaberta já na próxima segunda-feira (2).

Quanto ao ato de nomeação de Guilherme, apesar da reafirmação do convite, o governador não fez previsões concretas. O deputado Guilherme Almeida saiu da Granja com a palavra do governador empenhada, mas sem data de previsão de posse.

“O governador já empenhou sua palavra publicamente a mim pessoalmente. Só tenho que aguardar, porque não posso cobrar prazos para o governador. Só é ruim a ansiedade porque as pessoas ficam cobrando”, declarou Guilherme. O deputado declarou, no entanto, que não abre mão de aceitar o convite do governador, apesar da Executiva estadual do PSB ter decidido, por 15 votos a 3, vetar sua posse no governo Maranhão III. “Faltar a Campina Grande seria o último ato de minha vida”, disse.

O deputado cobrou ainda nota do PSB. “Falaram que iriam publicar uma nota oficial e até agora nada e eu não vou ficar me pautando só por barulho”, destacou.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

“Apoio do governador não é pré-requisito para nossa candidatura” diz Efraim Filho

Nesta terça-feira (28), o deputado federal Efraim Filho declarou que um possível apoio do governador João Azevêdo não é pré-requisito para a pré-candidatura de Raoni Mendes, anunciada pelo DEM na…

Presidente do PT-CG diz que partido deve ter candidatura própria

O Partido dos Trabalhadores (PT), deve ter candidatura própria em Campina Grande nas eleições deste ano, e encabeçar uma ampla frente em oposição ao candidato a ser apresentado pelo prefeito…