A Paraíba o tempo todo  |

Manoel Júnior nega a intenção de deixar o PSB, apesar da perda de cargos

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

O deputado federal Manoel Júnior declarou na tarde desta segunda-feira (16) que não pretende deixar o PSB ou romper politicamente com o prefeito Ricardo Coutinho, presidente estadual do partido, apesar de confirmar que a prefeitura está exonerando seus aliados da administração municipal.

Júnior afastou a tese de que estaria interessado na consulta formulada pelo deputado Wilson Santiago (PMDB) sobre novo partido. “Apesar de achar que tem muita querendo o contrário, vou ficar no PSB onde defenderei minhas teses com base na ética e naquilo que acho certo”, declarou Júnior.

O parlamentar entrou em rota de colisão com parte do PSB quando criticou proposta de apoio da aliança do prefeito Ricardo Coutinho e o ex-governador Cássio Cunha Lima. E ainda por cima defendeu a convocação do deputado Guilherme Almeida para o governo Maranhão III.

“Não sei se as exonerações dos meus aliados são um sinal, mas se for tem que ser público. Enquanto não é público, reiterou minha disposição em defender a administração do prefeito Ricardo Coutinho, que é quem tem o direito de nomear e exonerar funcionários em João Pessoa”, declarou.

PB Agora
 

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe