Por pbagora.com.br

O deputado federal Manoel Júnior (PSB) prestou solidariedade na noite desta terça-feira (24) ao deputado estadual Guilherme Almeida (PSB), pivô de um processo que pode resultar no rompimento político do prefeito Ricardo Coutinho, presidente estadual do PSB, com o governador José Maranhão (PMDB).

Júnior considerou um equívoco dos aliados do prefeito avaliarem como desrespeito a convocação de Almeida para o governo Maranhão III alegando que o convite resultará na posse de Nadja Palitot, inimiga política de Ricardo, na Assembléia. E declarou que se o PSB quiser cobrar que todos acompanhem Ricardo se afastando de Maranhão o partido ficará esvaziado.

“Entendemos que o partido tem que ser democrático e conviver com as opiniões divergentes. Qualquer legenda estaria lisonjeada e se sentindo prestigiada com os gestos de Maranhão, que ampliou de três para quatro a bancada do PSB na Assembléia (ao permitir a posse de Expedito Pereira ) e ainda garantiu um cargo de secretário de Estado para um membro do partido”, declarou Júnior.

Ele desafiou as lideranças do PSB a fazerem uma pesquisa dentro da legenda para saber se o partido deve continuar dando apoio a Maranhão. “Todos os deputados federais, estaduais, prefeitos e vereadores vão dizer claramente que querem fazer parte de processo de reconstrução da Paraíba”, disparou Júnior.

A Executiva Estadual do PSB se reúne nesta quarta para avaliar o quadro. Júnior disse que se for convocado irá para reunião defender a tese de permanência na base de Maranhão e aval à convocação de Guilherme Almeida. “É uma figura competente que já foi secretário municipal e vai representar o PSB num momento importante para a Paraíba”, declarou.

PB Agora
 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Efraim Filho apoia urgência para votar projetos em prol da Pessoa com Deficiência

O líder do Democratas, deputado Efraim Filho (PB) manifestou seu apoio para votação de quatro projetos de lei (PL) que integram a pauta prioritária apresentada pela Frente Parlamentar em Defesa…

“A Reforma Tributária não deve servir ao setor A ou B, deve servir ao Brasil” diz Aguinaldo

O deputado federal Aguinaldo Ribeiro (Progressistas), relator da Reforma Tributária no Congresso, reforçou que o debate acerca da tentativa de reforma do sistema tributário no Brasil já dura mais de…